Já está definido quem cuidará da versão do texto e das músicas da nova montagem do musical “Company” no Brasil: Claudio Botelho. Com longa carreira no teatro musical brasileiro, Botelho também foi o versionista da montagem de 2001, dirigida por Charles Möeller. Para o novo espetáculo, ele vai rever o trabalho, com atualizações e novas adaptações, exatamente como fez com “Les Misérables” – montado em 2001 e remontado em 2017, atualmente em cartaz no Teatro Renault, em São Paulo. O novo “Company”, com direção de João Fonseca (de “Cássia Eller, o Musical”), é previsto para estrear em 2018.

(Foto: TV Globo / Alex Carvalho)

Na história, ambientada em Nova York, Bob é o único solteiro de um grupo de amigos formado por cinco casais. Com 35 anos e incapaz de se comprometer em um relacionamento sério, ele mexe com o imaginário dos casais, que disputam sua amizade e até algo mais. O texto é de George Furth, com letras e músicas de Stephen Sondheim – ambos premiados no Tony Awards por esse trabalho. “Company” foi eleito o melhor musical na premiação de 1971.

A nova montagem brasileira é idealizada por Reiner Tenente, que fará Bob. Joana Mendes (de “Vem Buscar-me Que Ainda Sou Teu”) também está confirmada no elenco, que terá ex-alunos do CEFTEM, escola fundada por Reiner no Rio. O diretor musical Tony Lucchesi (de “60! – Década de Arromba – Doc. Musical”), o cenógrafo Nello Marrese (vencedor do Prêmio Cesgranrio por “O Grande Circo Místico”), a figurinista Carol Lobato (premiada por “Kiss Me, Kate – O Beijo da Megera”) e o iluminador Luiz Paulo Neném (vencedor do Prêmio Reverência por “O Grande Circo Místico”) completam a ficha técnica.

(Foto: Kristie Miyamoto)