Sempre relegado a último plano, o teatro para o público juvenil vem ganhando mais atenção nos últimos anos. Afinal, é uma plateia que, se gosta, volta e traz mais amigos – fato provado na prática. Chegando ao fim de sua temporada, o espetáculo “Primeiro Sinal” cumpre com graciosidade a ocupação dessa lacuna, com direção do ator Ícaro Silva (de “Show em Simonal”). No palco, Lua Blanco (de “Se Eu Fosse Você, o Musical”) e Igor Cosso (de “Ponte Golden Gate”), que assina o texto, interpretam melhores amigos adolescentes, com tudo para provocar identificação nessa parcela do público. É uma peça direta, com frescor, divertida e romântica – características que a enquadram como comédia romântica, ainda que o texto critique esses rótulos.

(Foto: Divulgação)

A história é a seguinte: os amigos Nina e Rael chegam ao teatro para ver um espetáculo, que é cancelado. Chateados com o programa que melou sem quaisquer justificativas, decidem quebrar regras e ocupar o palco naquela noite. Rael, que já estuda teatro, propõe que os dois contem histórias pessoais – “meu texto é minha história” – e eles passam a relembrar momentos engraçados e emotivos de suas vidas e da relação deles. Os temas são universais – primeiro beijo, primeira vez, primeiro dia na escola, pegação, ciúme, despedida, amizade, amor – e dialogam com os espectadores. Em determinada cena, Nina, de fato, pergunta à plateia “quem aqui é virgem?” com cumplicidade. A abordagem não é boba e, felizmente, não menospreza a inteligência dos jovens.

A direção proporciona dinanismo à encenação e explora ludicamente o espaço da sala de teatro. Também é notável a abertura para que os atores se divirtam em cena, com responsabilidade, o que contagia a plateia. Lua e Igor têm muita química, o que soma para a montagem e o vínculo afetivo dos personagens. Saem-se melhor justamente nas partes bem humoradas do que nas dramáticas. O texto ganha vida com leveza e ritmo.

O foco da montagem é fundamentado na atuação dos atores, com construção baseada no teatro físico. O cenário é muito simples, formado por araras com figurinos e adereços que o elenco põe e tira ao longo das histórias, assumindo diversos personagens. A iluminação não é mais que satisfatória. Há também uma boa trilha sonora, que sublinha emoções pontualmente. “Primeiro Sinal” resulta em um espetáculo divertido, importante para preenchimento de nicho e formação de plateia.

Por Leonardo Torres
Pós-graduado em Jornalismo Cultural e mestrando em Artes da Cena.

(Foto: Divulgação)

Ficha técnica
Texto – Igor Cosso
Direção – Ícaro Silva
Elenco – Igor Cosso e Lua Blanco
Produção – Inverso Produções Artísticas

_____
SERVIÇO: sáb e dom, 18h. R$ 50. Classificação: 12 anos. Até 30 de julho. Teatro dos Grandes Atores – Shopping Barra Square – Avenida das Américas, 3555 – Barra da Tijuca. Tel: 3325-1645.