(Foto: Divulgação)

Renomado diretor da cena teatral carioca, Daniel Herz (da Cia. Atores de Laura) voltou aos palcos como ator na temporada de “Perdoa-me Por Me Traíres” na Casa de Cultura Laura Alvim, em Ipanema. “Eu não atuava há nove anos”, ele conta ao Teatro em Cena, “ao contrário de alguns diretores, que se apaixonam pela direção na mesma medida em que se desinteressam da atuação, para mim ficou um pouco guardada essa paixão pela atuação. Eu já vinha com essa questão de querer voltar ao palco. Já fiz quatro sessões da peça e é uma experiência maravilhosa”.

Ele entrou no elenco, dirigido por si mesmo, para cobrir as ausências necessárias de Wendell Badalack (de “O Incrível Segredo da Mulher Macaco”). O ator também trabalha como roteirista da novela “Pega Pega!”, que está em sua reta final, e precisava de um alternante. “Eu falei: ‘eu faço!'”, relembra Daniel, “como a peça está pronta, primeiro fiz um trabalho de mimese, de imitar o Wendell. Aos pouquinhos, fui me soltando e descobrindo coisas que fui criando. Cada dia que estou fazendo, estou mudando um pouco mais”.

“Perdoa-me Por Me Traíres” é um texto de 1957 de Nelson Rodrigues (1912-1980). Na história, a adolescente Glorinha teve a mãe assassinada pelo tio, que a deseja e a vigia com a desculpa de preservar sua castidade. A questão é que, incentivada por uma amiga, Glorinha dribla o tio e se envolve com o mundo dos bordéis – ao mesmo tempo em que planeja vingar a morte de sua mãe.

A peça, escrita em 1957, conta a historia da adolescente Glorinha, que teve a mãe assassinada pelo tio, que a deseja e a vigia com a desculpa de preservar sua castidade. A questão é que, incentivada por uma amiga, Glorinha dribla o tio e se envolve com o mundo dos bordéis – ao mesmo tempo em que planeja vingar a morte de sua mãe. Daniel Herz está ocupando personagens secundários e um lugar no coro.

– É muito diferente voltar a atuar. Primeiro que fiquei muito nervoso. Por outro lado, teve uma coisa de curtir, pelo fato de eu estar mais velho. É um relacionamento muito interessante. É muito legal você ver que tudo que você trabalha como diretor e professor você acaba usando também como ator. Essas experiências contaram a meu favor.

(Foto: Divulgação)

_____
SERVIÇO: sex e sáb, 21h; dom, 20h. R$ 40. 80 min. Classificação: 14 anos. De 3 até 26 de novembro. Teatro Laura Alvim – Avenida Vieira Souto, 176 – Ipanema. Tel: 2332-2015.