Há um ano em cartaz com “Estudo Para Missa Para Clarice”, o ator e diretor Eduardo Wotzik (de “Estilhaços”) reestreia no Rio nesta semana, fazendo uma provocação. “É preciso dizer não à estupidificação, e sobreviver à miséria intelectual e espiritual a que estão nos submetendo. Nosso espaço artístico tem sido usado como passatempo ou entretenimento, em um verdadeiro desperdício de tempo, dinheiro e HD”, diz. Seu espetáculo, que promove um culto à Clarice Lispector (1920-1977), é a promessa de fazer diferente, com temporada de 8 de fevereiro a 2 de abril no Teatro Glauce Rocha, no Centro.

(Foto: Ricardo Brajterman)
(Foto: Ricardo Brajterman)

– Clarice Lispector usava uma expressão: “use-se”. Complemento com o “não desperdice-se”. A arte é o melhor remédio para o ser humano: ela nos ajuda a suportar a vida, a consciência da finitude e as doenças. – afirma o diretor, que já passou por 15 teatros com esse espetáculo, colhendo elogios de nomes como Domingos Oliveira e Fernanda Montenegro.

“Estudo Para Missa Para Clarice” recria uma verdadeira missa, na qual as palavras de Clarice Lispector são a pregação. O público é convidado a se sentar, levantar, rezar, cantar, como um ritual.

_____
SERVIÇO: qua a dom, 19h. R$ 40. 80 min. Classificação: 14 anos. Teatro Glauce Rocha – Avenida Rio Branco, 179 – Centro. Tel: 2220-0259.