Plantão

5 perguntas para Fernanda Montenegro

(Foto: Divulgação)

Você fez questão de comparecer no Prêmio APTR para parabenizar Marieta Severo pessoalmente. Que lembranças tem dela?
Eu vi Marieta Severo bem novinha, acho que até estreando, em uma peça de Arthur Miller, “Feiticeiras de Salém” (1965). Sempre a vi, sempre que pude, porque a gente também trabalha muito, viaja muito. No último trabalho, fizemos uma novela juntas. Tenho muito carinho e muito respeito pela atriz que ela é, pela personalidade que ela é, a mulher de cultura teatral que ela é, o espaço teatral que ela criou… tem todo meu carinho. Vim dar um abração nela hoje.

Você é frequentadora do Teatro Poeira?
Sempre que eu posso, que estou no Rio e tem um trabalho, eu vou lá. Mas eu também viajo e trabalho muito.

Está com planos de voltar aos palcos?
Por enquanto, não. Por enquanto, não.

Quais seus próximos projetos?
Vou lançar um livro pela Cia. das Letras sobre minha vida. Tenho que lançar dois filmes, “O Juízo”, do Andrucha [Waddington], e “A Vida Invisível”.

Como que foi revisitar sua trajetória para esse livro?
Há um livro enorme e maravilhoso sobre minha vida, em termos de fotos e material, que eu agradeço muito ao Sesc. Agora vai ser uma autobiografia. É interessante. É mais como se fosse uma entrevista grande. Vamos ver como é que fica.

Comentários

comments