Premiações

A Invenção do Nordeste é o grande vencedor do Prêmio do Humor

Noite de aclamação para “A Invenção do Nordeste”, grande vencedor do Prêmio do Humor do Rio de Janeiro. A montagem original do Grupo Carmin, fundado no Rio Grande do Norte, levou os troféus de melhor texto (Henrique Fontes e Pablo Capistrano), direção (Quitéria Kelly) e peça. Também indicado a outras premiações, o espetáculo consagrou-se nesta, que valoriza o humor e a comédia. A idealização da premiação é de Fábio Porchat (de “Meu Passado Me Condena”).

(Foto: Paulo Fernando Góes)

“A Invenção do Nordeste” é uma comédia reflexiva sobre os estereótipos construídos em torno do nordeste brasileiro e da figura do chamado “nordestino”, que reduz cidadãos e culturas de diferentes estados a uma única palavra. Na peça, dois atores da região disputam o papel em uma produção do Sudeste e se veem tendo que provar quem é mais “nordestino”, o que leva à pergunta óbvia: o que é ser nordestino?

A cerimônia recebeu diversos artistas do gênero e prestou uma homenagem à Berta Loran, atriz atualmente com 92 anos. Outros nomes, como Amir Haddad (de “A Mulher de Bath”), Jefferson Schroeder (de “A Produtora e a Gaivota”), Luiz Fernando Guimarães (de “Como Vencer na Vida Sem Fazer Força”), Heloísa Perissé (de “Loloucas”), Maria Clara Gueiros (de “Loloucas”) e Nany People (de “TsuNany”) subiram no palco para entregar os troféus.

Confira abaixo a lista completa de vencedores:

Texto
– Henrique Fontes e Pablo Capistrano por “A Invenção do Nordeste”

Direção
– Quitéria Kelly por “A Invenção do Nordeste”

Peça
– “A Invenção do Nordeste”

Performance
– Pedroca Monteiro por “O Condomínio”

Categoria especial
– Fabiano Krieger pelas músicas da peça “A Vida Não É um Musical – O Musical”

Homenageada
Berta Loran

O júri é formado por Aloísio de Abreu, Claudio Torres Gonzaga, Benvindo Sequeira, Sura Berditchesvsky e Rafael Teixeira.

(Foto: Paulo Fernando Góes)
(Foto: Paulo Fernando Góes)

Comentários

comments