Plantão

“A profissão já foi viável. Agora não é mais, que pena”, diz Pedro Paulo Rangel

(Foto: Lucio Luna)

O ator Pedro Paulo Rangel (de “Como a Gente Gosta”) desabafou sobre a profissão recentemente. “Já foi viável. Agora não é mais, que pena. Mas, enfim, somos condenados à esperança”, disse à coluna de Ancelmo Gois no jornal O Globo de domingo (10/3).

A declaração ecoa o recente discurso de Fernanda Montenegro (de “Viver Sem Tempos Mortos”) no Prêmio Cesgranrio, em janeiro. “O momento dessa geração que está aí, mais jovem, é difícil. É você fazer um ofício do qual você não pode se manter. Tem que viver que nem mendigo, pedindo aqui, pedindo ali, se submetendo às vezes a comissões tão direcionadas, com um caminho ideológico ou de atendimento político, e você fica fora. Eu respeito todos esses jovens atores que estão aí batalhando. É comovente”, declarou a atriz.

Com 70 anos de idade, Pedro Paulo Rangel comemora 50 de carreira neste ano. Seu último trabalho na TV Globo foi em 2013, com uma participação na série “O Dentista Mascarado”. Nos últimos anos, ele tem trabalhado mais na TV paga, com atuações em séries do Multishow, da GNT e da Fox. Neste mês, ele estreia em São Paulo um monólogo teatral chamado “O Ator e o Lobo”, que tem previsão de cumprir temporada no Rio em abril.

Comentários

comments