Plantão

Alerta de musical biográfico a caminho: Arlindo Cruz

Os criadores dos musicais “Cartola – O Mundo É um Moinho” e “Dona Ivone Lara – Um Sorriso Negro” planejam homenagear mais um sambista com um espetáculo biográfico: Arlindo Cruz. O anúncio consta na lista de projetos da Fato Produções Artísticas, exposta na última página do programa de “Dona Ivone Lara”, atualmente em cartaz no Teatro Carlos Gomes, na Praça Tiradentes. O projeto deve ganhar os palcos em 2020.

(Foto: Divulgação)

Arlindo Cruz completou 60 anos em setembro, recuperando-se de um AVC sofrido em março. Ele ficou internado até julho e encontra-se sob observação em casa, com cuidados da família. Seu filho recentemente declarou que o pai está evoluindo bem.

Já são 40 anos de carreira para Arlindo Cruz, cinco vezes nomeado ao Grammy Latino. Tudo começou na roda de samba do Cacique de Ramos, onde conheceu muita gente e começou a compor para outros artistas. Já foi gravado, por exemplo, por Zeca Pagodinho e Beth Carvalho. A escola Império Serrano é a que mais entrou na Sapucaí com sambas-enredos escritos por ele. Arlindo também integrou o grupo Fundo de Quintal antes de sua carreira solo como vocalista, que tem mais de 500 músicas gravadas.

Comentários

comments