+ TeatroPremiações

Caranguejo Overdrive se consagra no Prêmio Shell: veja os ganhadores

A 28ª edição do Prêmio Shell de Teatro – Rio, apresentada pela atriz Laila Garin (de “Elis, a Musical”), ocorreu na terça (15/3), no Espaço Tom Jobim, no Jardim Botânico e consagrou o espetáculo “Caranguejo Overdrive”, da Aquela Cia. A peça saiu da cerimônia com três troféus: de autor (Pedro Kosovski), diretor (Marco André Nunes) e atriz (Carolina Virguez).

(Foto: Leonardo Torres)

(Foto: Leonardo Torres)

Marco André Nunes, eleito diretor do ano (Foto: Leonardo Torres)

Marco André Nunes, eleito diretor do ano (Foto: Leonardo Torres)

“Krum” e “Salina (A Última Vértebra)” também se sobressaíram, cada um vencendo duas categorias. “Krum”, da Companhia Brasileira de Teatro, levou os prêmios de ator (Danilo Grangheia) e cenário (Fernando Marés). Já “Salina”, da Cia. Amok Teatro, ficou com figurino (Ana Teixeira e Stephane Brodt) e inovação. Foi o diretor francês Stephane Brodt que subiu ao palco para receber os dois troféus e discursar em prol dos atores negros, que têm poucas oportunidades e ainda são discriminados a papeis pequenos de empregados, em sua opinião. O elenco do espetáculo, inteiramente negro, aplaudiu e gritou bastante em adesão.

Stephane Brodt, da Cia. Amok Teatro (Foto: Leonardo Torres)

Stephane Brodt, da Cia. Amok Teatro (Foto: Leonardo Torres)

Lei Rouanet, golpe político e teatros fechados – Villa Lobos, Glória e Adolpho Bloch – também permearam os discursos dos vitoriosos deste ano, que, além do troféu, recebem R$ 8 mil da Shell. A cerimônia, sem grandes firulas, terminou com uma homenagem à atriz Fernanda Montenegro, que fez um longo discurso de agradecimento, que você pode ver aqui.

VEJA A LISTA DE VENCEDORES:
Autor: Pedro Kosovski – “Caranguejo Overdrive”
Direção: Marco André Nunes – “Caranguejo Overdrive”
Ator: Danilo Grangheia – “Krum”
Atriz: Carolina Virguez – “Caranguejo Overdrive”
Cenário: Fernando Marés – “Krum”
Figurino: Ana Teixeira e Stephane Brodt – “Salina (A Última Vértebra)”
Iluminação: Paulo Cesar Medeiros – “A Santa Joana dos Matadouros”
Música: Nei Lopes – “Bilac Vê Estrelas”
Inovação: Companhia Amok Teatro pelo processo de seleção e treinamento do elenco para o espetáculo “Salina (A Última Vértebra)”
Homenagem: Fernanda Montenegro

VEJA MAIS:
– Fotos dos artistas na cerimônia
– Discurso de agradecimento da Fernanda Montenegro

Comentários

comments