Cinderela, de José Wilker, alcança meta no financiamento coletivo – Teatro em Cena
Plantão

Cinderela, de José Wilker, alcança meta no financiamento coletivo

Deu certo. A nova montagem de “Cinderela”, dirigida pela atriz Luisa Thiré (de “Feliz Por Nada”) a partir do texto escrito por José Wilker (1944-2014), conseguiu alcançar a meta de R$ 16 mil no projeto do financiamento coletivo no Catarse. O valor foi alcançado na sexta (29/5), faltando um dia para o término do prazo. O projeto teve 159 apoios, sendo os mais altos nos valores de R$ 1 mil, e a estreia do espetáculo está confirmada para o dia 4 de julho, no Teatro Ipanema.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

O projeto de crowdfunding fornecia vídeos dos atores do elenco, visitas ao camarim, visitas a um ensaio, ingressos para a estreia VIP, entre outras recompensas. Os atrativos eram os jovens famosos que estão na peça e têm apelo com o público adolescente: Anna Rita Cerqueira (de “Meninos e Meninas”), Vitor Thiré (de “Um Estranho No Ninho”) e Bernardo Mesquita (de “Pulando a Cerca”) – todos atores que já fizeram “Malhação” na TV.

Essa “Cinderela” tem como diferencial o texto adaptado do José Wilker, com seu estilo espirituoso e extrovertido. A primeira montagem ocorreu em 1994, com Totia Meireles (de “Nine – Um Musical Felliniano”), Leandro Hassum (de “Lente de Aumento”) e Maria Clara Gueiros (de “Enfim, Nós”) no elenco, além da Luisa Thiré. “Eu sempre quis muito dirigir esse espetáculo, e agora chegou a hora. Eu pedi autorização do Wilker, antes de ele falecer. Eu tenho guardado esse documento, esse presente que ele me deixou”, ela diz.

A ficha técnica do infantil inclui ainda Victor Maia como coreógrafo e Marcelo Farias como diretor musical. A produção é da República Amor de Chocolate, e o elenco é completado por Éryca Gonçalves, Lairce Dias, Lucas Liér e Nathy Torres, Camila Matoso, Gabriel Borges, Marcelo Duque (de “É Vira-Lata Mas Não Tem Rabo Preso”) e Rodolfo Abritta (de “Garotos”).

Comentários

comments