Plantão

Tecnológico, espetáculo é apresentado ao mesmo tempo em dois países

Tecnologia a serviço do teatro. Novidade na cena carioca, o espetáculo “Latência” é apresentado simultaneamente no Teatro Poeira, em Botafogo, e no Teatro Galpón, que fica em Montevidéu, no Uruguai. Como assim? A montagem utiliza câmeras e projeções ao vivo em vídeo para conectar duas atrizes em países diferentes. São duas uruguaias: Leonor Chavarria, que fica no Uruguai, e Florencia Santangelo, no Brasil. O espetáculo compõe a programação do Festival Iberoamericano de Teatro de Montevidéu e foi desenvolvido durante uma residência artística de 33 dias por lá.

(Foto: Gustavo Castagnello)

O texto é do brasileiro Eber Inacio (de “Manter Fora do Alcance das Crianças”), com direção da uruguaia Patricia Millarini Ramirez. Definem a peça como uma versão feminina inspirada na passagem bíblica “Parábola do Filho Pródigo”. A trama narra a relação de duas irmãs que se separaram e uma vem morar no Brasil. Para Florencia Santangelo, que realmente viveu esse movimento de migração e está no Brasil há mais de dez anos, é uma maneira de pensar sua condição de estrangeira onde quer que esteja.

Fisicamente, cada atriz está sozinha no palco. Mas não em cena. Não é um monólogo, porque elas contracenam por meio do dispositivo tecnológico. O diálogo virtual é a essência do projeto, unindo duas cidades, dois teatros e duas plateias. O jogo cênico tensiona as fronteiras entre realidade e ficção e também “entre o que nos aproxima e o que nos distância”.

Outros casos

Alguns espetáculos já propuseram isso anteriormente. A cia. brasileira Phila 7 teve duas iniciativas parecidas com “Play On Earth” em 2006 e “What’s Wrong With the World?” em 2008. O primeiro espetáculo era apresentado simultaneamente em São Paulo, Newcastle e Singapura. O segundo, em São Paulo e Londres. Os atores utilizavam pontos eletrônicos e se viam por um telão. A experiência era inovadora tanto para o público quanto para o elenco e a equipe técnica. O diretor Rubens Velloso falava sobre fazer “um palco no mundo”.

“What’s Wrong With the World?” (Foto: Divulgação)

“Play On Earth” (Foto: Divulgação)

Além da Phila 7, outra experiência de espetáculo transnacional se deu em 2014, com “Odiseo.com”, resultado de uma união entre o Grupo Teatral [E]xperiência Subterrânea, no Brasil, e o Centro Latinoamericano de Creación e Investigación Teatral (CELCIT), na Argentina. O espetáculo era encenado com três atores, cada um em um país diferente, e cada plateia via fragmentos da história, porque eles não ficavam o tempo todo conectados. Os personagens e os artistas interagiam via Skype, e os espectadores viam as transmissões em uma TV de 42″ a 50″, que fazia parte de cada cenário. Cada público via a história por uma perspectiva, acessando-a a partir da vivência do personagem que estava com ele in loco.

“Odiseo.com” (Foto:Otten Severonoe)

_____
SERVIÇO: Dias 5, 6, 7 e 8 de setembro, às 21h. Dia 9 de setembro, às 19h30. Dias 18,19, 25, 26 de setembro e 02 e 03 de outubro, às 21h. R$ 40. 70 min. Classificação: 14 anos. Teatro Poeira – Rua São João Batista, 104 – Botafogo. Tel: 2537-8053.

Comentários

comments

Share: