Plantão

Conexão SP-RJ: veja quais musicais podem vir para o Rio de Janeiro

É inegável: São Paulo tem mais teatros e uma produção cultural maior que a do Rio de Janeiro. Quando se trata de grandes musicais, a capital paulista também leva a melhor: muitos espetáculos são montados lá e não chegam a viajar para outros lugares. Quem quiser assisti-los, que pegue a passagem e embarque. O Teatro em Cena descobriu, no entanto, que algumas das produções recentes – montagens originais, da Broadway e do West End – têm planos concretos para temporadas no Rio de Janeiro.

Divas – O Musical

divas-o-musical
No palco, Sofia, Mariah e Cecília, três melhores amigas que formaram uma girlband na adolescência, se reencontram num reality show e precisam enfrentar as diferenças do passado e competir entre si. O espetáculo traz grandes sucessos musicais das décadas de 70 até hoje, que ganharam o mundo nas vozes de estrelas como Céline Dion, Madonna, Cher, Whitney Houston, Donna Summer, Mariah Carey, Shakira, Spice Girls, Christina Aguilera, Beyoncé, Britney Spears, Jessie J, Rihanna, Tony Braxton e Lady Gaga. Original brasileiro.

Com Jeniffer Nascimento, Leilah Moreno, Luiza Possi e Nikki. Direção de Jarbas Homem de Mello.

Em São Paulo: até 6 de novembro, no Teatro Procópio Ferreira, na Rua Augusta, 2823, em Cerqueira Cesar.
Vem para o Rio? Sim. A previsão é para janeiro.


Forever Young

forever-young
Seis grandes atores representam a si mesmos no futuro, quase centenários. Apesar das dificuldades, eles continuam cantando, se divertindo e amando. Tudo no palco de um teatro, que foi transformado em retiro para artistas e sempre sob a supervisão de uma enfermeira. A comédia musical consegue relatar não apenas o problema da exclusão social na “melhor idade”, mas também aborda questões sobre a velhice, com muito humor e músicas que marcaram várias gerações. Versão de musical da Suíça.

Com Claudia Ohana, Carmo Dalla Vecchia, Jarbas Homem de Mello, Marcos Tumura, Paula Capovilla e Miguel Briamonte. Direção de Jarbas Homem de Mello.

Em São Paulo: até 18 de dezembro, no Theatro Net SP, na Rua Olimpíadas, 360, na Vila Olímpia.
Vem para o Rio? Quase certo. Previsão para janeiro e fevereiro.


Gabriela – O Musical

gabriela-musical
Pela primeira vez, a história de Gabriela pode ser vista em uma versão para teatro musical, com canções brasileiras de diferentes estilos e épocas, incluindo composições de Dorival Caymmi, Tom Jobim, Caetano Veloso, Milton Nascimento, Martinho da Vila, Lulu Santos, Gonzaguinha, Arnaldo Antunes e Marisa Monte. O público é convidado a reviver o caso de amor entre Gabriela e Nacib, cujo pano de fundo é a série de transformações culturais, políticas e econômicas que a Bahia dos anos 1920 sofria. Original brasileiro.

Apresentando Daniela Blois. Direção de João Falcão.

Em São Paulo: terminou a temporada no Teatro Cetip em agosto.
Vem para o Rio? Sim. No início de 2017.


Ghost – O Musical

ghost-o-musical
Musical conta a história do jovem casal Sam Wheat e Molly Jensen, muito apaixonados, que é interrompida por um assalto que resulta na morte de Sam. Preso neste plano, o espírito de Sam descobre a verdade por trás de seu assassinato e conclui que Molly está em perigo. Enquanto ele busca mais pistas e tenta proteger Molly, ele encontra a falsa vidente Oda Mae Brown. Embora ela tenha sido uma fraude por muitos anos, Sam descobre que ela realmente pode ouvi-lo e pede ajuda para que possa se comunicar com Molly através dela e, assim, alertá-la sobre os riscos que corre. Versão do West End.

Com André Loddi e Giulia Nadruz. Direção de José Possi Neto.

Em São Paulo: até 13 de novembro no Teatro Bradesco, na Rua Palestra Itália, 500, em Perdizes.
Vem para o Rio? Sim. No início de 2017.


Meu Amigo, Charlie Brown

meu-amigo-charlie-brown
“Um dia na vida de Charlie Brown”. Assim os autores resumem a história deste musical. Um dia recheado de pequenos momentos, do extremo otimismo ao desespero total, tudo isso misturado às vidas de seus amigos e colocado juntos num único dia. Uma das histórias em quadrinhos mais populares e queridas de todos os tempos, o Peanuts da turma de Charlie Brown, Snoopy, Lucy e cia., foi adaptada para diversas formas de entretenimento: cinema, séries e especiais de TV, discos, livros, parques temáticos e, claro, espetáculos musicais. Versão da Broadway.

Com Tiago Abravanel e Leandro Luna. Direção de Alonso Barros.

Em São Paulo: terminou a temporada no Teatro Frei Caneca em abril e emendou uma turnê nacional desde maio.
Vem para o Rio? Sim. Haverá uma curta temporada de 12 de novembro até 4 de dezembro no Teatro Bradesco Rio, na Av. das Américas, 3.900, no Shopping Village Mall, na Barra da Tijuca.


My Fair Lady

my-fair-lady
O aristocrata Henry Higgins tem o desafio de transformar a humilde florista vendedora de rua Eliza Doolittle em uma dama elegante – basicamente o oposto do que ela demonstra ser. Versão da Broadway.

Com Daniele Nastri e Frederico Silveira (assumindo posto de Paulo Szot a partir de 9 de novembro). Direção de Jorge Takla.

Em São Paulo: até 11 de dezembro no Teatro Santander, na Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2041, no Itaim Bibi.
Vem para o Rio? Não. A princípio, o musical fica apenas em São Paulo.


Rent

rent
A história é ambientada no bairro boêmio de East Village, em Nova York, e trata de drogas, sexualidade, liberdade sexual, HIV/AIDS e preconceito, mostrando um grupo de jovens desempregados lutando pela sobrevivência. Versão da Broadway

Com Bruno Narchi, Thiago Macado, Bruno Sigrist e Ingrid Gaigher. Direção de Susana Ribeiro.

Em São Paulo: estreará em dezembro no Teatro Frei Caneca, na Rua Frei Caneca, 569, em Bela Vista.
Vem para o Rio? Possivelmente. Mas não há “nada certo”.


Rocky Horror Show

rocky-horror-show
Durante uma noite de tempestade, o carro de dois jovens noivo quebra perto de um castelo. Eles são forçados a pedir ajuda e encontram algo muito além do que esperavam: um cientista louco, seus servos, os irmãos Riff Raff e Magente, a assistente Colúmbia e uma série de indivíduos excêntricos em uma noite muito louca. Versão do West End.

Com Gottsha, Marcelo Médici, Felipe de Carolis, Nicola Lama e Thiago Machado. Direção de Charles Möeller e Claudio Botelho.

Em São Paulo: de 11 de novembro até 20 de novembro, no Teatro Porto Seguro, na Alameda Barão de Piracicaba, 740, em Campos Elíseos.
Vem para o Rio? Possivelmente. Depende da viabilização de patrocínio.


Wicked

wicked
Muito antes de Dorothy chegar, duas outras garotas se conheceram na Terra de Oz. Elphaba, nascida com a pele cor verde-esmeralda, é esperta, ardente e incompreendida. Glinda é belíssima, ambiciosa e muito popular. Essa megaprodução, que faz rir e chorar, traz à tona os segredos que levam Elphaba a se tornar uma bruxa “má” e Glinda a ganhar a simpatia dos habitantes da Cidade das Esmeraldas. Versão da Broadway.

Com Jonatas Faro, Myra Ruiz e Fabi Bang. Direção de Joe Mantello, Lisa Leguillou e Rachel Ripani.

Em São Paulo: até 18 de dezembro no Teatro Renault, na Av. Brigadeiro Luís Antônio, 411, na República.
Vem para o Rio? Não. É uma estrutura muito grande para viajar.

Comentários

comments