6º Prêmio FITA de Teatro – veja lista de ganhadores – Teatro em Cena
Premiações

6º Prêmio FITA de Teatro – veja lista de ganhadores

“Vou Deixar De Ser Feliz Por Medo de Ficar Triste?”, grande vencedor da premiação (Foto: Reprodução / Instagram)

A comédia romântica “Vou Deixar de Ser Feliz Por Medo de Ficar Triste?” foi a grande vencedora do 6º Prêmio FITA de Teatro, que reconhece os destaques da Festa Internacional de Teatro de Angra, realizada em setembro. O espetáculo sobre relacionamento amoroso com diferença de idade levou três troféus – melhor espetáculo, melhor diretor (Jorge Farjalla) e melhor figurino (Jorge Farjalla). Os prêmios foram entregues em cerimônia realizada no Arte Sesc Flamengo, na terça (27/11), com apresentação do ator Alexandre Lino (de “O Porteiro”).

Outros espetáculos que se destacaram na lista de ganhadores foram “A Vida Não É um Musical” (melhor autor e categoria especial), “Emilinha” (melhor atriz e melhor ator coadjuvante), “Agosto” (melhor atriz coadjuvante e melhor cenário) e “Confissões de um Senhor de Idade” (melhor ator e melhor espetáculo pelo júri popular). O ator Flavio Migliaccio, protagonista premiado deste último, compareceu na cerimônia com o figurino da apresentação, porque fez uma sessão no Teatro Poeira, em Botafogo, pouco antes. Teve que correr do teatro para a premiação, senão não chegava a tempo.

(Foto: Diogo Bonfim)

Confira a lista completa de vencedores:

Melhor Espetáculo: “Vou Deixar de Ser Feliz Por Medo de Ficar Triste?”

Melhor Autor: Leandro Muniz (“A Vida não é um Musical – O Musical”)

Melhor Diretor: Jorge Farjalla (“Vou Deixar de ser Feliz por Medo de Ficar Triste?”)

Melhor Atriz: Izabella Bicalho (“Elizeth, a Divina”) e Stella Maria Rodrigues (“Emilinha”)

Melhor Ator: Flavio Migliaccio (“Confissões de um Senhor de Idade”)

Melhor Atriz Coadjuvante: Letícia Isnard (“Agosto”)

Melhor Ator Coadjuvante: Fabricio Negri (“Emilinha”)

Melhor Figurino: Jorge Farjalla (“Vou Deixar de Ser Feliz por Medo de Ficar Triste?”)

Melhor Cenário: Carlos Alberto Nunes (“Agosto”)

Revelação: Herton G. Cratto (Autor dos espetáculos “Rugas”)

Melhor Música: Miguel Briamonte (Direção musical e canções adicionais de “Forever Young”)

Melhor Espetáculo Infantil (composto por crianças de Angra dos Reis): “Lololendi”

Categoria Especial: Elenco de “A Vida não é um Musical – O Musical”

Melhor Espetáculo Júri Popular: “Confissões de um Senhor de Idade”

Prêmio Especial do Juri: Para Marcos Caruso e Guida Vianna pelas brilhantes atuações nos espetáculos “O Escândalo Philippe Dussaert” e “Agosto”, respectivamente.

Destaque na FITA: Para Alexandre Lino que iniciou sua trilogia nordestina na FITA com os espetáculos “Domésticas”, em 2012, “Nordestinos”, em 2015, e a concluiu nesta 13ª FITA com o cativante trabalho em “O Porteiro”.

Comentários

comments