Crítica

Crítica: Por Favor Venha Voando

Para quem gosta de verdade de teatro, um espetáculo envolvendo Debora Lamm (de “Mata Teu Pai”), Inez Viana (de “Krum”), Pedro Kosovski (de “Caranguejo Overdrive”) e Georgette Fadel (de “O Duelo”) é a definição de imperdível. “Por Favor Venha Voando”, em cartaz no CCBB, apresenta a reunião desses quatro criativos. Debora e Inez estão no palco, contando uma história de amor inspirada na delas mesmas, Pedro assina a dramaturgia, escrita juntamente ao processo de criação da montagem, e Georgette assume a direção. O resultado é bem menos interessante do que se pode esperar.

(Foto: Elisa Mendes)

A peça trata do amor entre duas mulheres – uma atriz e uma diretora – com diferença de idade suficiente para poderem ter se visto pela primeira vez quando uma era criança e a outra já estava no início da vida adulta. A menina ficou encantada pela mulher na orla da praia. Pode ter sido ela, pode não ter sido. Mas elas gostam de pensar que foi. Mais tarde, o teatro as uniu. Isso é o máximo de curiosidade apresentada sobre essa relação. Não há nada, em todo o espetáculo, que salte a vista como algo justificável para contar essa história ao público. Debora Lamm e Inez Viana estão comemorando dez anos de parceria artística, data que serve como gancho para tudo isso, mas a verdade é que o espetáculo não explora esse dado diretamente. Com certeza, o espetáculo é mais significativo para elas do que para a plateia.

A dramaturgia é fragmentada e parte de algumas perguntas para tentar entender o que une um casal. O que nos liga a uma pessoa? Se tantas pessoas passam por nossa vida, porque algumas ficam? Esses questionamentos aparecem em cenas mais filosóficas do que narrativas, sobretudo quando Debora ou Inez apresentam pequenos monólogos. São profundos devaneios, pouco compreensíveis, às vezes com palavras rebuscadas, que não combinam com as cenas divertidas e coloquiais nas quais as personagens contam a trajetória do casal. Não demora para essa alternância de fragmentos se tornar enfadonha.

Acaba que a embalagem se sobrepõe ao conteúdo. A concepção de Georgette Fadel é muito interessante, com grande mérito para o trabalho de Simone Mina, que assina direção de arte, cenografia e figurino. No palco, as atrizes representam envolvidas com um colchão gigante, que ora é encolhido, ora é estendido, e chega a ocupar todo o palco, transformando-o em uma cama de imensa dimensão. O palco, ambiente onde Debora e Inez viveram tantos momentos, é encarado como o lugar mais íntimo da vida de alguém, a cama, símbolo do lar. O figurino de Debora ainda lembra o de sua personagem no espetáculo “Mata Teu Pai” (2017), no qual foi dirigida por Inez, então é mesmo tudo familiar.

O espetáculo segue uma estrutura do início ao fim: cada fim de cena é marcado por um blackout na iluminação de Ana Luzia de Simoni. O entre-cenas acontece no escuro, com sonosplatia de gotas (direção sonora de Xád Chalhoub) e, quando o palco ganha luz de novo, o colchão tem uma nova formatação e as atrizes estão em uma nova marcação. O formato de “Por Favor Venha Voando” é mesmo sofisticado e minucioso. Mas a peça em si, o mais importante, deixa a desejar.

Por Leonardo Torres
Mestre em Artes da Cena e especialista em Jornalismo Cultural.

(Foto: Elisa Mendes)

Ficha técnica
Texto: Pedro Kosovski
Direção: Georgette Fadel
Elenco: Debora Lamm e Inez Viana
Diretora Assistente: Julia Ariani
Direção de Arte, Cenografia e Figurino: Simone Mina
Iluminação: Ana Luzia De Simoni
Direção Sonora: Xád Chalhoub
Assistente Figurinos: Angela Sauerbrown
Assistente Cenografia: Vinicius Cardoso
Programação Visual: André Senna
Assessoria de Imprensa: Paula Catunda e Catharina Rocha
Redes Sociais: Rafael Teixeira
Produção Executiva: Douglas Resende
Equipe de Produção: Alex Nunes e Ártemis
Direção de Produção: Sérgio Saboya
Patrocínio: Banco do Brasil
Realização: Eu + Ela Produções Artísticas ME e CCBB

_____
SERVIÇO: qui a seg, 19h30. R$ 30. 80 min. Classificação: 14 anos. Até 29 de abril. Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) – Rua Primeiro de Março, 66 – Centro. Tel: 3808-2020.

Você também poderá gostar de:

Comentários

comments