Di Ferrero, do Nx Zero, protagonizará musical American Idiot – Teatro em Cena
Plantão

Di Ferrero, do Nx Zero, protagonizará musical American Idiot

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

O elenco do musical “American Idiot”, que vem sendo preparado para março de 2017, ganhou um nome de peso. O cantor Di Ferrero, vocalista da banda Nx Zero, será o protagonista. O anúncio foi feito pela colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo. Os ensaios começarão em janeiro, com direção de Mauro Mendonça Filho – o mesmo do musical “Renato Russo” e da novela “Verdades Secretas”.

“American Idiot”, como o nome aponta, é inspirado em um álbum da banda americana Green Day. O vocalista Billie Joe Armstrong escreveu a peça para dar vida às histórias presentes no disco, lançado em 2004. Trata-se de um álbum conceitual, definido como uma “ópera punk rock”, que trata de um adolescente anti-herói dividido entre a raiva e o amor. A ideia de Billie Joe é expressar a desilusão de uma geração americana marcada pelo atentado terrorista ao World Trade Center a Guerra no Iraque.

Já com 31 anos, Di Ferrero vem diversificando sua área de atuação e não chega a ser surpreendente sua entrada para o teatro musical. Atualmente, além do Nx Zero, ele trabalha como jurado do “X Factor Brasil” e modelo da Coca Cola Jeans. Como ator, fez uma ponta no filme “Totalmente Inocentes” em 2012.

Além do cantor, o elenco trará Beto Sargentelli (de “We Will Rock You”), Bruno Sigrist (de “Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz, o Musical”), Celo Carvalho (de “Rock in Rio, o Musical”), Erick Tanaka (da banda Cowbell), Gabriel Lara, Gabriela Toloi (de “Voar – Um Musiclown”), Julia Guerra (de “Estúpido Cupido”), Lua Blanco (de “Se Eu Fosse Você, o Musical”), Marcelo Ferrari (de “Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz, o Musical”), Nando Brandão (de “The Book of Mormon”), Nathália Borges (de “Godspell”), Pamella Machado (de “Ghost – O Musical”), Thiago Fragoso (de “Garota de Ipanema – O Amor É Bossa”), Thais Piza (de “We Will Rock You”), Yasmin Gomlevsky (de “Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz, o Musical”).

Na Broadway, o musical ficou cerca de um ano em cartaz, e recebeu o Grammy de melhor disco de teatro musical e dois Tony Awards. No Brasil, a produção do espetáculo é da Fábula Entretenimento. A ficha técnica inclui ainda Carlos Bauzys (de “Nuvem de Lágrimas – O Musical”) na direção musical, Zé Carratu na cenografia, e Daniella Visco na direção de movimento. A versão brasileira é assinada por Mauro Mendonça Filho, com colaboração de Luciano Andrey (de “Nuvem de Lágrimas – O Musical”) e da atriz Bianca Tadini (de “Cinderella”).

Comentários

comments