.Plantão

Dica: três espetáculos em cartaz no Rio com entrada franca

É oficial: não está fácil para ninguém. Desemprego, mais mês do que dinheiro, salários atrasados, dívidas mil: seja qual for sua situação, você não escapa de entrar no supermercado e encontrar preços mais caros. Na hora de cortar, é natural que o lazer seja o primeiro da lista, mas não precisa eliminar o teatro de sua vida. O site Teatro em Cena traz dicas de programação gratuita!

Na Selva das Cidades – Em Obras

Onde? Caixa Cultural – no Centro.

(Foto: Renato Mangolin)

Esse é o mais novo espetáculo da mundana companhia. Já apresentado em São Paulo, onde recebeu indicação ao Prêmio Shell, ele chega ao Rio de Janeiro com uma montagem especial para o teatro de arena da Caixa. Na história, escrita por Bertolt Brecht (1898-1956), um rico comerciante e um pobre balconista imigrante brigam por alguma razão não esclarecida, mas que vai envolvendo tudo ao redor deles até englobar toda a cidade. “O cenário será composto de um platô em forma de octógono que nos remete às lutas de MMA e de alguns aparelhos de TV que contêm informações sobre cada quadro da peça. Nesta versão daremos ênfase especial ao desafio inicial que detona a luta dentro do texto de Brecht: ‘Quanto custa sua opinião?’”, conta o ator Aury Porto. A direção é de Cibele Forjaz.

_____
SERVIÇO: ter, qua e sex, 19h; sáb e dom, 18h. Entrada franca: ingressos distribuídos na bilheteria 1h antes de cada apresentação. 150 min. Classificação: 14 anos. Até 26 de agosto. Caixa Cultural Rio de Janeiro – Teatro de Arena – Avenida Almirante Barroso, 25 – Centro. Tel: 3980-3815.


Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812

Onde? No Espaço Sérgio Britto (CAL), na Glória

(Foto: Danilo Sabino)

Montagem acadêmica do recentíssimo musical da Broadway concebico por Dave Malloy a partir do livro “Guerra e Paz” de Leon Tolstói (1828-1910). O espetáculo mistura música erudita, eletrônica, pop e folk para contar uma história ambientada na Rússia do século XIX, à sombra da invasão napoleônica. Na trama, Natasha tem sua posição na sociedade arruinada após se mudar para Moscou, trair o noivo a quem está prometida e se envolver com Anatole, um homem casado. Sua única esperança reside em Pierre, um solitário cujo amor e compaixão por ela podem ser a chave para sua redenção, e a renovação de sua própria alma. Maria Clara Cristóvão, Mariana Montenegro e Natália Glanz se alternam no papel de Natasha e Mateus Penna Firme, Ricardo Gaio e Vitor Louzado se alternam como Pierre. A direção geral é de Menelick de Carvalho.

_____
SERVIÇO: sáb e dom, 16h e 20h. Entrada gratuita: distribuição de senhas uma hora antes da sessão. Até 3 de setembro. Espaço Sérgio Britto – CAL da Glória- Rua Santo Amaro, 44 – Glória.


Nem Mesmo Todo o Oceano

Onde? Espaço Furnas Cultural, em Botafogo.

(Foto: Aline Macedo)

Há quatro anos em cartaz, o espetáculo da Cia. OmondÉ é descrito como “um thriller contemporâneo dentro de um romance histórico”, a partir do livro publicado em 1998 por Alcione Araújo (1945-2012). Na história, um médico recém-formado (papel de Leonardo Brício) ilustra a inocência perdida nos primeiros momentos do golpe militar no Brasil. “É a história de tantos brasileiros. Gente que se formou, mas não tinha nenhuma cultura geral. Um alienado. Você não pode estar desconectado da vida política de seu país. Ele (o médico da peça) chegou aonde chegou, por conta de sua alienação”, sublinha a diretora Inez Viana.

_____
SERVIÇO: sáb, 20h; dom, 19h. Entrada franca: distribuição uma hora antes da sessão na bilheteria. 80 min. Classificação: 16 anos. Até 27 de agosto. Espaço Furnas Cultural – Rua Real Grandeza, 219 – Botafogo. Tel: 2528-5166.

Comentários

comments