Dois musicais, um fim de semana, sete sessões: prazer, Mateus Ribeiro – Teatro em Cena
Plantão

Dois musicais, um fim de semana, sete sessões: prazer, Mateus Ribeiro

Mateus Ribeiro em cena dois dois espetáculos que está fazendo (Fotos: Caio Galucci / Arquivo Pessoal)

Mateus Ribeiro em cena dois dois espetáculos que está fazendo (Fotos: Caio Galucci / Arquivo Pessoal)

“Meu Amigo, Charlie Brown” e “60! – Década de Arromba – Doc. Musical”: o ator Mateus Ribeiro está em cartaz com os dois espetáculos. Muito legal? Muito legal. Muito cansativo? Ô, nem se fala! Os musicais têm apresentações nos mesmos dias – um na Barra da Tijuca, o outro em Copacabana – e, para completar, sábado vinha sendo dia de sessão dupla para ambos. Isso significa que, faça chuva ou faça sol no fim de semana, Mateus encerra o sábado à noite tendo feito quatro apresentações. Loucura? Ele até que gosta. “É um ‘preço que pagamos’, mas que vale muito a pena quando se faz aquilo que se ama e acredita. Sem dúvida eu amo trabalhar”, diz ao Teatro em Cena.

No último fim de semana, entre Snoopys e anos 60, ele fez sete sessões. O ator, que já foi dirigido anteriormente por José Possi Neto (“Cabaret”, “Crazy For You”), Charles Möeller (“O Mágico de Oz”), Andrucha Waddington (“Chacrinha – O Musical”), Miguel Falabella (“Mulheres a Beira de um Ataque de Nervos”), nunca tinha vivido nada assim. “Essa experiência de fazer dois espetáculos ao mesmo tempo, ambos com sessões duplas no mesmo dia, é algo novo pra mim e sem dúvida está sendo uma das coisas mais cansativas que já vivi artisticamente”, diz. Para dar conta, são necessários alguns cuidados. “Falo que tem que se organizar e saber focar a energia nas coisas certas”. Mateus busca beber bastante água, dormir o máximo possível, tomar vitamina C, e ter horas certas para comer. Fora de cena, busca se resguardar. Depois das sessões, só descanso. Até o celular, ele só usa para o estritamente necessário: “evito ocupar minha cabeça, para já ir desacelerando o ritmo”.

Em cena de "Meu Amigo, Charlie Brown": infantil da Broadway

Em cena de “Meu Amigo, Charlie Brown”: infantil da Broadway

É uma correria. A segunda sessão de “Meu Amigo, Charlie Brown” termina às 16h45 no sábado, e a primeira de “60! – Década de Arromba – Doc. Musical” ocorre às 18h30. É o tempo de sair da Barra e chegar a Copacabana. “Já chego maquiado e aquecido vocalmente, então foco em organizar meu preset de coxia e camarim para não dar nada errado na sessão”. Aquecimento é, mais do que nunca, essencial – tanto vocal quanto físico, para evitar machucados.

Vida pessoal? Pausa para risos. Lembre-se que “60!” recém-estreou, o que significa que ele passou as últimas semanas ensaiando oito horas diárias. Era ensaio dia de semana, entrando madrugada adentro, e apresentações de “Charlie Brown” aos finais de semana. “Não sobrava nenhum dia ‘livre de trabalho’. O tempo livre era para comer, dormir, às vezes ver uma série ou algo do gênero”, lembra. Agora, de certa forma, está melhor: o compromisso é aos finais de semana, tudo de uma vez, mas só naqueles dias. E a temporada do infantil está acabando. “Minha semana começa a ficar mais tranquila e voltar ‘ao normal’”, ri. Como diz o provérbio, quem corre por gosto não cansa.

De pierrot, em cena de "60! - Década de Arromba - Doc. Musical" (Foto: Daniel Seabra / Serendipity Inc)

De pierrot, em cena de “60! – Década de Arromba – Doc. Musical” (Foto: Daniel Seabra / Serendipity Inc)

_____
MEU AMIGO, CHARLIE BROWN: sáb, 15h; dom, 11h e 15h. R$ 50 a R$ 100 (sessões das 11, sem Tiago) ou R$ 50 a R$ 120 (sessões das 15h). 80 min. Classificação: livre. Até 4 de dezembro. Teatro Bradesco Rio – Shopping Village Mall – Avenida das Américas, 3900 – Barra da Tijuca. Tel: 3431-0100.

_____
60! – DÉCADA DE ARROMBA – DOC. MUSICAL: qui e sex, 21h; sáb, 18h30 e 21h30; dom, 20h. R$ 50 a R$ 160 (qui e sex), R$ 50 a R$ 180 (sáb e dom). 210 min. Classificação: 12 anos. Até 18 de dezembro. Theatro Net Rio – Rua Siqueira Campos, 143 – Copacabana. Tel: 2147-8060.

Comentários

comments