Premiações

Fernanda Montenegro adverte Secretário de Cultura em evento: “não esqueça de cumprir sua função”

Fernanda Montenegro aproveitou a homenagem recebida no Prêmio Cesgranrio, na segunda (21/1), para dar um puxão de orelha na Secretaria de Cultura do Estado. Ela estava no palco, recebendo todas as honrarias devidas, quando Carlos Alberto Serpa, presidente da Fundação Cesgranrio, disse que o roteiro da cerimônia havia sido escrito por Leandro Bellini, Secretário Executivo de Cultura da Fundação Cesgranria, ao que aparentemente Fernanda entendeu que fosse Ruan Lira, o Secretário de Cultura nomeado pelo governador Wilson Witzel. O objetivo de Serpa era apenas elogiar Leandro pelo trabalho na premiação, mas Fernanda puxou o microfone para si e cobrou a execução de uma política cultural no estado.

Ela foi direto ao ponto. “Não esqueça de cumprir sua função. É do que nós precisamos. Não estou sendo desafiadora, muito menos grosseira, estou te pedindo que uma Secretaria de Cultura realmente exista – sem preconceito, com atenção, com criatividade e com verba”, disse a atriz, que completa 90 anos de idade em 2019, arrancando aplausos da plateia, a maior parte formada por artistas. “A minha experiência sabe, já viveu bastante, que os projetos são lindos e às vezes, posso dizer sempre, ‘a verba não chegou, a verba não deu, houve prioridades’. A palavra prioridade…”, reclamou a veterana.

Ela lembrou que, quando ainda estava grávida de Fernanda Torres, foi a uma reunião com um candidato a governador do Rio e se decepcionou profundamente ao perceber que ele queria o apoio da classe artística sem de fato apoiá-la. “Ele começou dizendo ‘que maravilha ter a classe cultural, teatral, presente. Só quero dizer que há prioridades..’ Aí ele enumerou educação, saúde, saneamento, estradas, blablablá. Eu me levantei e disse ‘o senhor me dá licença e, quando chegar a nossa hora, você nos chame realmente, porque é tanta prioridade que nunca chegará nosso dia’. Então eu peço encarecidamente que o senhor cumpra o programa de cultura que o senhor tem aí na sua vontade, na sua criatividade… E quem é obrigado a cobrir toda essa programação, em termos econômicos, também ajude o senhor. Para o senhor então cumprir sua palavra conosco. E muito obrigada por sua presença e por essa festa”, concluiu.

Comentários

comments