Fernanda Montenegro fala sobre situação de jovens artistas: “tem que viver que nem mendigo, pedindo” – Teatro em Cena
Premiações

Fernanda Montenegro fala sobre situação de jovens artistas: “tem que viver que nem mendigo, pedindo”

(Foto: Leonardo Torres)

Faltando poucos meses para seus 90 anos de idade, Fernanda Montenegro foi agraciada com uma homenagem no Prêmio Cesgranrio de Teatro, realizado na segunda (21/1), no hotel Copacabana Palace. Atores cantaram para a atriz, Julia Lemmertz discursou sobre o ofício, colegas como Renata Sorrah e Nathalia Timberg enviaram mensagens em vídeo, Fernanda recebeu uma medalha e, por fim, subiu no palco do evento para seu agradecimento – o clímax da noite. A grande dama do teatro brasileiro aproveitou a oportunidade para chamar a atenção para a situação da arte no país.

– O momento dessa geração que está aí, mais jovem, é difícil. É você fazer um ofício do qual você não pode se manter. Tem que viver que nem mendigo, pedindo aqui, pedindo ali, se submetendo às vezes a comissões tão direcionadas, com um caminho ideológico ou de atendimento político, e você fica fora. Eu respeito todos esses jovens atores que estão aí batalhando. É comovente. – disse Fernanda.

No discurso, a atriz também lembrou grandes parceiros de profissão e lamentou que a maioria deles já tenha morrido, como seu marido Fernando Torres. Admitiu que se sente só nesta altura da vida, porque artistas têm o problema de só se entenderem bem com outros artistas.

– Nos anos 40, eu tô sempre lembrando negócios lá dos anos 40, eu vi uma atriz e falei: “quero ser essa atriz quando eu crescer”. Bibi Ferreira. Então eu agradeço a essa noite e quero oferecer à Bibi Ferreira. – falou a homenageada, recebendo aplausos de pé da plateia – Muito obrigada. Não quero deixar de lembrar Fernando Torres, porque sem ele não sei se minha vida teria sido o que ainda é hoje. Foram 50 anos na ativa.

Comentários

comments