FESTU chega à 6ª edição: veja a programação do festival universitário – Teatro em Cena
Plantão

FESTU chega à 6ª edição: veja a programação do festival universitário

Estudantes de artes cênicas passam o ano esperando por esse momento: começa, no próximo sábado (24/9), a 6ª edição do FESTU – Festival de Teatro Universitário. Com ingressos de zero a R$ 20 para toda programação, o evento durará até o dia 8 de outubro, ocupando três locais da cidade: a Sala Baden Powell, em Copacabana; o Teatro Cesgranrio, no Rio Comprido; e o Teatro SESI Centro. O festival traz uma mostra de espetáculos de destaque do ambiente acadêmico e uma mostra competitiva de esquetes, com produções não só do Rio de Janeiro. A abertura da edição de 2016 será com apresentações de “O Mambembe”, do projeto Teatro Musicado, da UNIRIO, que também já levou “The Book of Mormon” e “O Jovem Frankenstein” para o festival nos últimos anos.

"O Mambembe": sessões no sábado (24/9) e domingo na Sala Baden Powell (Foto: Divulgação)

“O Mambembe”: sessões no sábado (24/9) e domingo na Sala Baden Powell (Foto: Divulgação)

– O FESTU é para incentivar as novas gerações. E não estamos lidando com gente principiante, estamos lidando com estudantes que possuem trabalhos consistentes. Muitos já estão trabalhando pela cidade em outras peças, musicais, ou no cinema e na televisão. – ressalta Felipe Cabral, diretor do festival – Sempre soubemos que era um projeto que se fortaleceria com o passar dos anos, quando pudéssemos olhar para trás e ver aonde foram parar os jovens que nós incentivamos. Hoje muitos que passaram pelo FESTU estão com carreiras sólidas por aí e isso é muito bonito e gratificante.

Entre os destaques da mostra de espetáculos, estão “Ponte Golden Gate”, com atores conhecidos como Igor Cosso (de “Primeiro Sinal”), Leo Bahia (de “Chacrinha, o Musical”) e Thais Belchior (de “BarbarIdade”), e “Na Granja”, da Amarelo Companhia de Teatro (SP), vencedora de melhor esquete na edição de 2015 do FESTU. Com parte do prêmio, o grupo transformou o esquete em espetáculo e até se apresentou no Festival de Curitiba. Não é um fato isolado: em anos anteriores, as atrizes Julia Stockler (de “TãoTão”) e Karina Ramil (atualmente parte do Porta dos Fundos) foram premiadas e ganharam patrocínio para montar seu espetáculo posteriormente. Nesta edição, Karina volta como a apresentadora do evento.

"Ponte Golden Gate": apresentação única no dia 24 (quarta-feira) no Teatro Cesgranrio (Foto: Divulgação)

“Ponte Golden Gate”: apresentação única no dia 24 (quarta-feira) no Teatro Cesgranrio (Foto: Divulgação)

– Saber de grupos que se conheceram no festival e seguiram trabalhando fora dele, ou de pessoas que não se conheciam e que a partir desse encontro formaram novas parcerias, esse clima é a nossa satisfação. De coração, todos que passaram pelo nosso festival são o nosso festival. – Felipe Cabral observa, em entrevista ao Teatro em Cena nas vésperas da estreia do evento. – Os grupos foram evoluindo assim como o festival. O intercâmbio e a interação dos grupos colaboram com a cena e, num campo mais amplo, com o teatro. Nosso incentivo é sempre pela pesquisa, pelo trabalho em equipe, pela troca entre eles. Nós sempre nos surpreendemos como o nível vai aumentando a cada ano, mas sabemos que não é uma “sorte” ou um “acaso”, é fruto da evolução do festival. Quanto mais incentivo a gente for dando pra esses jovens, mais preparados eles vão ficar.

Neste ano, a mostra competitiva de esquetes, que serve de vitrine para os universitários, terá 27 trabalhos divididos em três noites, com entrada franca. Os grupos tiveram dois meses para se preparar. O melhor esquete levará o prêmio de R$ 20 mil. Há ainda prêmios para melhor ator, atriz, texto original, direção, figurino, cenografia, iluminação e trilha sonora. O júri será integrado, entre outros, por artistas que já participaram da competição em anos anteriores, como Johnny Massaro (de “Cara de Fogo”), Jessica Ellen (de “Pineal – Ritual Cênico”), Pablo Sanábio (de “Mas Por Quê??! – A História de Elvis”) e Ícaro Silva (de “Show em Simonal”).

Johnny Massaro, Jessica Ellen, Pablo Sanábio e Ícaro Silva: júri da 6ª edição (Fotos: Divulgação)

Johnny Massaro, Jessica Ellen, Pablo Sanábio e Ícaro Silva: júri da 6ª edição (Fotos: Divulgação)

Os esquetes selecionados são de grupos de diversas universidades e retratam visões de mundo da nova geração. O diretor do festival sublinha que os inscritos sabiam muito bem o que queriam dizer e expressar. Para ele, essa edição do evento dá voz ao que muitos jovens querem falar, como feminismo, relações homoafetivas, periferia, crise política, etc. O resultado é o que ele define como um festival “mais atual do que nunca”. Confira abaixo a programação completa:


Abertura com o espetáculo convidado: “O Mambembe”
24 e 25/09, sábado e domingo

Ícone do teatro brasileiro pela montagem grupo Teatro dos 7, em 1959, com Fernanda Montenegro como protagonista, o texto de Arthur Azevedo e José Piza é o novo espetáculo do projeto de pesquisa em teatro musicado do professor Rubens Lima Junior, que também produziu, entre outras elogiadas versões, o sucesso ‘The Book of Mormon’, peça com o maior público no Rio de Janeiro em 2014, com 55 mil espectadores, e filas quilométricas. A trama é centrada em Laudelina, a mocinha da história, cujo grande desejo é ser atriz. Ela se envolve com um grupo teatral mambembe, que faz paródias de melodramas e critica as relações sociais.

Direção: Rubens Lima Jr. Texto original: Arthur Azevedo e José Piza. Adaptação: Alexandre Amorim. Direção musical: Guilherme Menezes. Elenco: Giuliana Farias, Roberta Monção, Flora Menezes, Robson Lima, Rodrigo Naice, Ingrid Klug, Joaz Perez, João Saraiva, Talita Silveira, Adriana Dehoul, Alessandra Quintes, Alexandre Neves, Barbara Sut, Bruno Nunes, César Viggiani, Diego Bastos, Edmundo Vitor, Felipe Carreiro, Guilherme Neto, Isabela Quadros, João Dabul, Julia Nogueira, Lucas Baptista, Maicon Lima, Maria Penna Firme, Marina Paiva, Pedro Ruivo, Rayza Noia e Victor Zott

_____
SERVIÇO: sáb e dom, 19h. R$ 40. 150 min. Classificação: 16 anos. Dias 24 e 25 de setembro. Sala Baden Powell – Av. Nossa Sra. de Copacabana, 360 – Copacabana. Tel: 3005-4104.


Mostra de espetáculos | Teatro Cesgranrio

28/09, quarta-feira: “Ponte Golden Gate” 20h

Seis brasileiros estão na ponte Golden Gate em San Francisco. Três histórias diferentes se entrelaçam lá no alto, resultando em questionamentos sobre a jornada da vida. Todo mundo vai morrer um dia. Mas alguém vai morrer ali, pulando do alto da ponte Golden Gate.

Direção: Wendell Bendelack. Texto: Igor Cosso. Elenco: Thais Belchior, Mariana Cerrone, Alexandre Barros, Hamilton Dias, Igor Cosso e Leo Bahia

Tragicomédia. Duração: 70 min. Classificação: 16 anos.
__

29/09, quinta-feira: “Isso É Um Convite” | 20h

No roteiro uma criança deseja uma festa de aniversário; uma mãe tenta lidar com o vazio instaurado por uma ausência; uma professora deseja revelar segredos da polícia; um capitão da polícia tenta se livrar da culpa de matar quem não poderia; um policial está dividido entre a obediência cega e o que seus olhos veem.

Direção: Davi Palmeira e Dominique Arantes. Texto: Dominique Arantes. Elenco: André Locatelli, Luiza Rangel, Paula Shol, Ricardo Cabral e Rúbia Rodrigues.

Tragédia. Duração: 70min. Classificação: 16 anos.
__

30/09, sexta-feira: “Na Granja” | 20h

Primeira peça da Amarelo Companhia de Teatro, de São Paulo, “Na Granja” foi vencedora da Melhor Esquete da edição 2015 do FESTU e como parte do prêmio, já com sua duração ampliada, estreou no Festival de Curitiba desse ano. A peça, livremente inspirada no conto “Suicídio na Granja”, de Lygia Fagundes Telles, conta a história de uma estranha amizade que se depara com a morte. Os atores Cadu Garcia e Edson Thiago, criadores do espetáculo, interpretam um galo e um ganso, dois amigos que criam um mundo próprio, só deles, misturando memória e invenção. Os dois recitam trechos de poemas e fragmentos de livros, citando autores como Mario de Andrade, Rubem Alves, Manoel de Barros, Ana Carolina Fiuza e a própria Lygia Fagundes Telles, construindo uma narrativa lúdica e imagética apoiada por elementos cênicos diversos como trapézio, ukulele e bongo.

Texto e atuação: Cadu Garcia e Edson Thiago.

Tragicomédia. Duração: 60 min. Classificação: 16 anos.
__

01/10, sábado: “Sweeney Todd – O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet”| 19h

Depois de várias montagens de sucesso, como “Rent” e “A Festa Selvagem”, o curso Mergulho no Musical, criado pela doutora em Voice Performance Mirna Rubim e o conceituado diretor Menelick de Carvalho, realizam sua sétima montagem na CAL. Com música do compositor Stephen Sondheim e libretto de Hugh Wheeler, e espetáculo conta a história de um barbeiro que deseja se vingar do juiz que o exilou, separando-o de sua família, na Londres do século XIX. Na sua volta para a capital britânica, o barbeiro muda seu nome para Sweeney Todd e para alcançar seu objetivo obtém ajuda da cozinheira Dona Lovett.

Direção cênica: Menelick de Carvalho. Versão brasileira: Menelick de Carvalho e Vitor Louzada. Direção musical e regência da orquestra: André Poyart.

Tragédia musical. Duração: 3 horas. Classificação: 16 anos.
__

02/10, domingo: “Nada Menos Que Muito”| 19h

Com dramaturgia construída a partir de textos curtos de Jô Bilac, a peça aponta um olhar reflexivo sobre as dificuldades de convivência e comunicação nos grandes centros urbanos. Tendo como mote o ritmo de vida nas cidades. “Nada Menos Que Muito” apresenta personagens urbanos em situações-limite, explorando comportamentos extremos num divertido enredo tragicômico que une elementos típicos do autor: urbanidade, ironia, o riso como resultado de situações absurdas, humor como veículo de críticas e o uso do patético.

Texto: Jô Bilac. Direção e Adaptação: Roberto Lima e Eduardo Gama. Elenco: Alda Pessoa, Araci Breckenfeld, Fernanda Báfica, Mariana Queiroz, Natally do Ó, Rebecca Leão, Felipe Bustamante, Gabriel Aquino, Juracy de Oliveira e Thiago Carvalho.

Comédia Dramática. Duração: 90 minutos. Classificação: 12 anos.

_____
SERVIÇO: qua a sáb, 20h; dom, 19h. R$ 20 (com exceção de “Sweeney Todd”, com entrada franca). De 28 de setembro até 2 de outubro. Teatro Cesgranrio – Rua Santa Alexandrina, 1011 – Rio Comprido. Tel: 2103-9600.


Mostra competitiva | Teatro SESI Centro
Cada esquete tem duração de dez minutos.

5/10, quarta-feira, 19h:
“40 Segundos” – Unirio | SENAC
“Combatente Maria” – UFBA
“Ensaio Meu” – Escola de Teatro Martins Penna
“Do Lar ou Star?” – Unirio
“Bróder” – PUC-Rio
“Carta às Mulheres”- Unirio | Escola de Teatro Martins Penna | UFRJ
“Café” – PUC-Rio | Tablado
“Espero Encontrar Quem eu Espero Encontrar” – PUC-Rio
“Saudades-Branca” Unirio | UFRJ

6/10, quinta-feira, 19h:
“Saída de Emergência” – UCAM
“Stanisloves-me” – UnB
“Aqueles que Amam Demais” – CAL | PUC-Rio
“Os Três destinos de Ariel” – Unirio
“Batalha Naval” – Unirio
“Do Fim Para Frente” – UCAM
“Clarice” – UFRJ | Unirio | UCAM | Escola Angel Vianna
“Procura-se Profundidade” – Unirio
“O Sexto Céu de Júpiter” – CAL | Unrio | Tablado

7/10, sexta-feira, 19h:
“Chão de Pequenos – Cefart
“Ensaio” – UFRJ | UFF
“2 homens e 1 Dinheiro” – Unirio e Escola de Teatro Martins Penna
“Thiago Felipe” – Unirio
“Rosa Sangue” Unirio | PUC-Rio | Tablado
“Há Fogo nas Montanhas” CAL | Unirio | Tablado
“Resta Um” – UCAM
“País das ‘maravilhas’” – UCAM
“Visitas ao Cão” – Unesp

08/10, sábado, 18h: Resultado final e apresentação das esquetes vencedoras

_____
SERVIÇO: qua a sex, 19h; sáb, 18h. Entrada franca: distribuição de ingressos uma hora antes. Classificação: 16 anos. De 5 até 8 de outubro. Teatro SESI Centro – Av. Graça Aranha, 1 – Centro. Tel: 2563-4168.

Comentários

comments