Plantão

Grátis em Guaratiba: veja a programação da Mostra Rola Teatro

A Arena Carioca Abelardo Barbosa (Chacrinha), em Guaratiba, está com uma extensa programação teatral com ingressos gratuitos. Vale a pena ficar atento às opções. Os espetáculos fazem apresentações únicas, até 8 de julho, como parte da Mostra Rola Teatro FETAERJ. Nesta semana, o público pode ver um conto de fadas para adultos, “Acorda Amor!”, inspirado em “A Bela Adormecida”. No palco, a atriz uruguaia Florencia Santángelo conta a famosa história de maneira irônica. A sessão está marcada para sexta (15/6) às 20h.

(Foto: Vinnicius Calian)

Confira a programação completa:

15 de junho (sexta-feira), 20h: Acorda Amor!
Um conto de fadas, porque conforta o coração. Uma atriz, porque é o suficiente. Uma hora, porque é um desafio para contar uma eternidade… O espetáculo usa uma narrativa pouco convencional para lançar um olhar ao mesmo tempo particular e universal sobre aspectos básicos do ser humano — seus medos, suas fragilidades, suas convicções. A partir do clássico “A Bela Adormecida”, o vigoroso solo “Acorda, amor!”, apresenta uma inusitada narrativa onde a atriz Florencia Santángelo apresenta uma história que muitos conhecem, mas de forma inédita. Com humor e ironia, o texto apresenta o clássico conto de fadas, direcionado para o público adulto.

Classificação: livre. Duração: 50 min.
__________________________________________________

22 de junho (sexa-feira), 20h: Alma Cega
A peça retrata as discriminações sofridas por negros, mulheres e homossexuais, mostra ao público que o mundo pode ser bem melhor se houver tolerância e respeito com as diferenças. O público também é levado a viajar no universo infantil, livre dos rótulos que a sociedade coloca nas pessoas, com cantigas de roda e brincadeiras. Com Heliza Ribeiro, Ingrid Lacerda, Ryan Gago, Natália Figueira no elenco. Texto de Odemir Capistrano e direção de Perceu Silva.

Classificação: 12 anos. Duração: 40 min.
___________________________________________________

23 de junho (sábado), 20h: Auto da Camisinha
É uma peça teatral que tem como intuito instruir e alertar todo e qualquer público para a prevenção das DSTs e AIDS de uma maneira bem humorada. A peça, escrita pelo dramaturgo cearense José Mapurunga, conta a história de amor de Benedito e Lionor. Benedito, moço ingênuo, pretende ter sua primeira transa com Lionor, mas o impasse se arranja porque a menina só quer transar com a camisinha e o rapaz desinformado corre todo o povoado atrás de saber quem pode costurar pra ele essa tal camisinha.
De maneira simples e divertida, o espetáculo é todo contado e cantado utilizando como base as características do Nordeste. O figurino, a cenografia, o sotaque nordestino e a batida do coco de embolada, dentre outros, fazem parte da construção desse espetáculo. Com isso a 7 Phocus Cia de Teatro tem o intuito de chegar ao público, de forma cômica, simples e com uma linguagem bem brasileira.

Classificação: 12 anos. Duração: 45 min.
____________________________________________________

29 de junho (sexta-feira), às 20h: Torturas de um Coração
É um entremez para mamulengo, ou seja, um texto criado em 1951 para ser atuado por bonecos. Adaptado pela Cia. Casa Verde para encenação com atores, mostra-se comicamente no viés do enredo: Benedito se apaixona por Marieta. Esta, no entanto, é disputada por dois valentões da cidadezinha de Taperoá: o Cabo Setenta e o bigodudo Vicentão. Para obter o seu objeto de desejo, Benedito vai engambelar os dois pretendentes com artimanhas típicas da tradição dramática ocidental, que passam pelos estilos criados pelo soldados fanfarrões de Plauto, pelos criados espertos da Commedia dell’arte e Molière, e avante. Texto de Ariano Suassuna, com direção de Alexandre Damascena.

Classificação: livre. Duração: 50 min.
_____________________________________________________

30 de junho (sábado), às 20h: Vida de Boneca
Margarida, uma moderna Medeia, traída pela vida, mata seu marido, as cinco filhas e por fim põe curso à própria vida diante da plateia que ela mesmo encarcera no teatro. Apesar da dureza do tema, o espetáculo transcorre com nuances de humor e altas doses de poesia, que realçam seus pilares: o universo feminino e a dificuldade de comunicação. Com atuação de Marcia Valença, que divide a direção com Josué Soares. Texto de Paulo Marcos de Carvalho.

Classificação: 18 anos. Duração: 50 min.
______________________________________________________

1º de julho (domingo), às 20h: Felicidade
Um bando de ocupação sentimental urbana, invade espaços para levar questionamentos e refletir sobre o que é felicidade pra os que estão a sua volta, com isso acabam tendo que refletir sobre a própria felicidade e existência. Contemporâneo, cômico, dramático, performático e político, o experimento faz um convite a mergulhar neste combustível que move a humanidade chamado FELICIDADE. Texto e direção de Fernando Dias e Sarah Christina Carvalho.

Classificação: 18 anos. Duração: 50 min.
_______________________________________________________

8 de julho (domingo), às 20h: Inquérito 5736 – Apenas uma parte da verdade
Branca Dias é acusada de heresia pela Santa Inquisição. Em “Inquérito 5736”, a personagem principal é torturada e julgada juntamente com seu pai e noivo. A peça trata fundamentalmente do direito que o ser humano tem de expressar suas ideias com liberdade. Com José de Brito, Ohana Natureza e Thiago Zandonai, que assina o texto. Direção de Anderson Dias.

Classificação: 14 anos. Duração: 55 min.

_____
SERVIÇO: sex a dom, 20h. Entrada franca. Até 8 de julho. Arena Carioca Abelardo Barbosa – Chacrinha – Rua Soldado Elizeu Hipólito, 138 – Guaratiba. Tel: 3404-7980.

Comentários

comments

Share: