Coluna Social

Marcelo Adnet relata ter sofrido ofensa gratuita em mercado

O desprezo a artistas, que impera nas redes sociais, tem se manifestado também nas ruas. O ator e apresentador Marcelo Adnet (de “Zé – Zenas Emprovisadas”) contou no Twitter que foi vítima de ofensas gratuitas no feriado de Dia de Finados (2/11), no Rio de Janeiro. “Parei em um mercadinho na Barra pra fazer umas compras”, escreveu, “quando estava carregando o carro com sacolas, vejo um senhor fazer gesto de armas com as mãos e gritar ‘vaza’, ‘vai embora’, ‘tá olhando o quê?’. Até eu entrar no carro, alguém se juntou gritando ‘vaza vagabundo, vagabundo!'”.

(Foto: Reprodução)

Em seis horas, o tweet recebeu 1,4 mil comentários, 1,6 mil compartilhamentos e 9,6 mil curtidas. Muitas mensagens de apoio, inclusive incentivando-o a buscar a polícia na próxima vez. Adnet, contudo, se disse acuado. “Foi muito rápido e como estava sozinho sendo provocado por duas ou três pessoas, preferi manter a cabeça erguida e abraçar a criança, porque é a resposta que posso dar. Voltar com a polícia e dizer ‘ele fez arminha pra mim e gritou vagabundo vaza daqui’ acho demais. Mas vale o relato”, twittou.

Entre as mensagens, também existiram novos ataques. Outro usuário lembrou que Marcelo Adnet gravou vídeos satirizando Jair Bolsonaro para o site do jornal O Globo, o que pode ter irritado eleitores. Os vídeos têm milhões de acessos. Mas ele também fez vídeos imitando Ciro Gomes, Fernando Haddad, Marina Silva, Geraldo Alckmin, entre outros.

Comentários

comments