Monólogo sobre travesti preconceituosa reestreia no Leblon – Teatro em Cena
Plantão

Monólogo sobre travesti preconceituosa reestreia no Leblon

Após uma temporada de estreia na Tijuca, o monólogo “Lady Christiny” vai para o Teatro Café Pequeno, no Leblon. O controverso espetáculo põe em cena a história da travesti Lady Christiny, personagem real, tida como “conservadora”, com opiniões polêmicas sobre homossexuais, e defensora dos valores da família. O personagem é interpretado por Alexandre Lino (de “O Pastor”), que já havia dirigido um documentário sobre ela. A reestreia ocorre nesta sexta (30/9), com sessões de sexta a domingo, às 20h.

O texto, assinado por Daniel Porto (de “O Pastor”) baseado nesse mesmo documentário, é polêmico. Um dos trechos, por exemplo, põe Lady Christiny dizendo: “Quando a gente pensa que as pessoas estão criticando o gay por ele ser gay, isso não é verdade. As pessoas estão criticando o comportamento que o homossexual tem em sociedade. Você não precisa sair na rua se rebolando, de bigode na cara, e passar batom. Isso é uma contradição. As coisas não foram feitas assim. Roupas de homem são feitas para homem, e roupas de mulher são feitas para mulher”. Veja o vídeo:

Dirigido por Maria Maya (de “Adorável Garoto”), o solo é dividido em três momentos: um dedicado a Celso Marques, a identidade de Lady Christiny antes de se travestir; o segundo centrado na personagem-título e sua postura por vezes homofóbica; e o último na relação do ator Alexandre com a personagem. “Estive muito próximo a Lady Christiny em 1992 (pela TV) depois em 1995 (primeiro encontro) e em 2005 quando dirigi nosso documentário. Evocá-la no palco é a conclusão desse encontro infinito e que só a arte documental poderia proporcionar por seu pacto com a verdade”, explica o protagonista.

_____
SERVIÇO: sex a dom, 20h. R$ 40. 60 min. Classificação: 16 anos. Até 30 de outubro. Teatro Municipal Café Pequeno – Rua Ataulfo de Paiva, 269 – Leblon. Tel: 2294-4480.

Comentários

comments