Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812 ganha montagem no Brasil: inscrições abertas para audições – Teatro em Cena
Seleção de Elenco

Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812 ganha montagem no Brasil: inscrições abertas para audições

Denée Benton e Amber Gray na montagem da Broadway (Foto: Divulgação)

Vencedor de dois troféus no Tony Awards (e indicado a um total de 12 categorias), o musical “Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812” vai ganhar uma montagem brasileira. Ainda recente na Broadway, o espetáculo será levantado em São Paulo graças a uma parceria entre a Move Concerts e a Firma de Teatro, a mesma dobradinha responsável por “Carrossel, o Musical”. A produção está em fase de seleção de elenco e convida atores e atrizes para as audições na capital paulista. As inscrições vão até 20 de abril pela Internet.

Os candidatos devem ter idade aparente de 18 a 45 anos. Há vagas para profissionais de ambos os sexos, que atuem e sejam excelentes cantores, com “ótimas noções de dança”. As atrizes preferencialmente devem tocar violino, clarineta ou acordeon. Os atores, preferencialmente, violino, clarineta, acordeon, violão ou piano. Para se inscrever, basta clicar aqui para preencher a ficha e enviar um e-mail para audicao@ograndecometa.com.br com currículo, foto de rosto e de corpo, e vídeo cantando uma canção de musical de livre escolha. Lembrando: o prazo é 20 de abril.

“Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812” é um musical de Dave Malloy baseado em 70 páginas do livro “Guerra e Paz” de Leon Tolstoy. Misturando música erudita, pop, eletrônica e folk, o espetáculo se passa na Rússia do século XIX e acompanha a vida da condessa Natasha, que não vê seu noivo há mais de um ano, porque ele partiu para a guerra. Nesse período, ela descobre que a família dele é contra o casamento e, ao mesmo tempo, conhece um novo rapaz durante uma ópera, Anatole Kuraguine. O musical estreou no Off-Broadway em 2012 e foi levado para a Broadway somente em 2016. Além do Brasil, também estão previstas montagens no Japão e na Inglaterra.

No ano passado, alunos da CAL montaram o espetáculo em caráter acadêmico no Rio de Janeiro, com direção de Menelick de Carvalho (de “Yank! O Musical”). Os cariocas puderam assisti-lo com entrada franca. Confira um vídeo:

Comentários

comments