+ TeatroComportamento

Para onde vão os atores de The Book of Mormon após o fim da temporada?

A comédia dos missionários mórmons Elder Price e Elder Cunningham na Uganda teve temporadas na UERJ, na UFF, na Cidade das Artes e no Teatro João Caetano, além de apresentações no Espaço Tom Jobim, como parte do Festival de Teatro Universitário (Foto: Reprodução / Internet)

A comédia dos missionários mórmons Elder Price e Elder Cunningham na Uganda teve temporadas na UERJ, na UFF, na Cidade das Artes e no Teatro João Caetano, além de apresentações no Espaço Tom Jobim, como parte do Festival de Teatro Universitário (Foto: Reprodução / Internet)

Quando o professor da UNIRIO Rubens Lima Jr. decidiu montar uma versão brasileira de “The Book of Mormon”, da Broadway, ele certamente não imaginava o sucesso que faria. E, talvez, nem os talentos que revelaria. Dez meses depois de sua estreia, no pequeno teatro da universidade, o espetáculo sairá de cartaz, no domingo (5/10), concluindo uma feliz temporada no grande Teatro João Caetano, no Centro, com sessões de quinta a sábado às 20h e domingo às 19h. Com estimativa de mais de 28 mil espectadores divididos em 78 apresentações desde 2013, a montagem acadêmica da comédia musical serviu de trampolim para vários atores, que ganharam visibilidade, peso no currículo e convites para outros trabalhos. Então, com a despedida da peça, é natural se perguntar: para onde vão os queridos missionários mórmons? O Teatro em Cena tem a resposta.

O elenco, como amplamente repetido, é formado apenas por universitários – assim como a orquestra. São jovens em início de carreira. Em alguns casos, literalmente. “The Book of Mormon” foi o primeiro trabalho de parte dos atores, ou, ao menos, o primeiro grande trabalho. Com uma peça de teatro, conheceram o sucesso, deram entrevistas, ganharam fãs e elogios da crítica e da classe artística. Bárbara Heliodora, Fernanda Montenegro e Charles Möeller foram alguns dos nomes que os aplaudiram de pé. Agora, os jovens estão prontos para alçar voos mais altos, profissionalmente. Quais histórias eles viverão a partir de agora?

m-leobahia

Léo Bahia – O ator é provavelmente o caso mais bem sucedido de “The Book of Mormon”. Teve que deixar o espetáculo após a temporada na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, porque já estava no elenco de outra produção – a remontagem do musical “Ópera do Malandro”, com direção de João Falcão. Ainda em cartaz com essa peça, ele foi anunciado como o protagonista de outra: “Chacrinha – O Musical”. Ele vai interpretar José Abelardo Barbosa na nova produção da Aventura Entretenimento, com estreia prevista para novembro.

m-hugokerth

Hugo Kerth – O protagonista de “The Book of Mormon” esteve ausente em algumas sessões das temporadas na UFF e no Teatro João Caetano, porque estava envolvido com os ensaios da peça “Fazendo História”, de Alan Bennett, com direção de Glaucia Rodrigues. A estreia ocorrerá dia 22 no Teatro Eva Herz, na Livraria Cultura, no Centro. “‘The Book of Mormon’ me deu asas pra voar”, o ator definiu ao Teatro em Cena. “Me ensinou muito a ser pessoa, profissional e cada dia mais amante da arte que escolhi seguir”.

m-victormaia

Victor Maia – O coreógrafo do espetáculo, já relativamente conhecido no mercado, assumiu o papel de co-protagonista após a saída de Léo Bahia no fim da temporada da Cidade das Artes. Continua no programa de TV “Caldeirão do Huck”, coreografando os participantes do quadro “Lata Velha”, e ensaia para o musical biográfico “S’imbora – A História de Wilson Simonal”. “Fazer o Elder Cunningham foi uma mega vitrine, e eu não esperava que seria”, pontuou o artista.

m-andreilamberg

Andrei Lamberg – Ele se despediu do espetáculo para começar os ensaios de “Os Saltimbancos Trapalhões – O Musical”, com direção de Charles Möeller e Claudio Botelho. O ator foi um dos aprovados nas audições para a peça, que estreia nesta semana, com Renato Aragão e Dedé Santana no elenco, e temporada prevista até 30 de novembro. Fica em cartaz na Cidade das Artes, onde “The Book of Mormon” também fez temporada neste ano.

m-brunonunes

Bruno Nunes – O ator se dividiu entre a despedida dos mórmons e o ensaio para o musical rock “Um Amigo Diferente?”, que tem como diferencial todo o aparato de acessibilidade. A peça infantil é um projeto da ONG da Claudia Werneck, Escola de Gente, que pratica a inclusão na comunicação, com libras, legenda eletrônica, programas em braile, audiodescrição, visitação do cenário, etc. A estreia está marcada para o dia 24 no Teatro Ipanema.

m-caioscot

Caio Scot – Juntamente com as apresentações de “The Book of Mormon” no Teatro João Caetano, o ator filmou cenas para um documentário sobre o sucesso da montagem universitária, explorando a função de diretor. Pretende finalizar o filme até o fim do ano, e exibi-lo pela primeira vez em janeiro. “O resultado está ficando incrível. Estou ansioso para que fique pronto!”, contou ao site.

m-dharcktavares

Dharck Tavares – Assim como outros do elenco, se dividiu entre as apresentações de “The Book of Mormon” e de outra peça. No caso, “Um Chá Para Alice”, na qual, além de fazer dois personagens, ele assina o texto, a direção e as coreografias. O espetáculo encerrou uma temporada no Teatro Miguel Falabella em setembro e voltará em cartaz em breve. Além disso, Dharck também é assistente de direção de Tiago Santiago na peça jovem “Apaixonados”, com planos de ser adaptado para o cinema em 2015.

m-guilhermeserrao

Guilherme Serrão – Já está envolvido com a próxima montagem acadêmica dirigida pelo professor Rubens Lima Jr. como parte do sua pesquisa em teatro musical na UNIRIO. Será o espetáculo “Jovem Frankenstein”, originalmente montado na Broadway com músicas do Mel Brooks e dramaturgia do Thomas Meehan – mesma dupla de “Os Produtores”.

m-junioduarte

Junio Duarte – Assim como Guilherme, continuará com o professor Rubens Lima Jr. em sua próxima montagem do projeto de teatro musical na UNIRIO: “Jovem Frankenstein”. O espetáculo é baseado no filme homônimo de 1974, uma paródia do clássico de terror “Frankenstein”. A estreia da peça é prevista para 2015, apresentando ao público mais um .

m-marcusbrandao

Marcus Brandão – O ator é mais um nome confirmado na montagem de “Jovem Frankenstein”, que será dirigida pelo professor Rubens Lima Jr. em 2015 como parte do seu projeto de teatro musical na UNIRIO. Além disso, atualmente se apresenta de quarta a domingo com o show “No Tempo dos Festivais” na Casa de Arte e Cultura Julieta de Serpa, no Flamengo, interpretando sucessos da música popular brasileira.

m-viniciusteixeira

Vinícius Teixeira – Intérprete de Elder McKinley, o mórmon mais gay da trama, o ator de cabelo rosa já está se apresentando com outro musical. Ele está com Tauã Delmiro no elenco da remontagem do infantil “Os Saltimbancos”, de Chico Buarque, com direção de Cacá Mourthé. Ficará em cartaz no Theatro Net Rio até o dia 26 deste mês.

m-tauadelmiro

Tauã Delmiro – “O grande aprendizado e mérito que tivemos com o ‘Book’ foi provar que um trabalho de qualidade é capaz de inverter a lógica de um mercado dominado por grandes corporações do entretenimento”, destaca o intérprete do vilão da história ao Teatro em Cena. Ele passou o fim da temporada no Teatro João Caetano dividindo-se entre as apresentações da montagem universitária e as do infantil “Os Saltimbancos”. Ficará em cartaz com o musical de Chico Buarque até 26 de outubro, no Theatro Net Rio. Às outras montagens acadêmicas, deseja o mesmo sucesso. “Acho que só assim conseguiremos diminuir a grande injustiça que é aquela velha máxima ‘Para que universidade de teatro?’. Para desafiar as capacidades de um imobilismo sistêmico”.

Comentários

comments