Plantão

Paula Burlamaqui leva espetáculo à sua cidade natal Niterói

(Foto: Carol Beiriz)

O espetáculo “Vou Deixar de Ser Feliz Por Medo de Ficar Triste?” vai proporcionar uma alegria especial para a atriz Paula Burlamaqui: o retorno à sua cidade natal, Niterói. A comédia romântica estreia na sexta (9/11) uma temporada de duas semanas no Teatro Municipal de Niterói, que fica no Centro, pertinho das barcas. “Eu estou muito feliz em levar essa peça que eu tenho tanto amor e prazer em fazer para Niterói, ainda mais em um teatro tão maravilhoso que é o Teatro Municipal”, ela diz ao Teatro em Cena.

Ela mesma tem boas lembranças do que assistiu na cidade em sua juventude. “Vi alguns espetáculos de ballet da Cia. Helfany Peçanha. Eram grandes espetáculos. Eu ficava encantada!”. Agora, quer encantar o público com “Vou Deixar de Ser Feliz Por Medo de Ficar Triste?”, que já arrebatou quatro indicações ao 7º Prêmio Botequim Cultural. Na peça, ela interpreta Andreia, mulher madura que se apaixona por um jovem da idade de seu filho. A diferença de 25 anos entre eles, claro, é motivo para muita insegurança, grilos e preconceito dos outros e do próprio casal.

– O público ama. Fica claro que existe uma conexão direta pelo fato de ser uma história de amor entre duas pessoas com uma diferença de idade grande, e que decidem ficar juntos apesar de todos os julgamentos e preconceitos. – conta.

O texto é de Yuri Ribeiro (de “Hamlet ou Morte!”), que interpreta o par romântico dela. Já a concepção do espetáculo é do diretor Jorge Farjalla (de “Senhora dos Afogados”), que levou a história para dentro de um picadeiro de maneira lúdica. Paula destaca o universo poético da montagem. “O picadeiro de um circo nos transporta para um lugar melhor, de esperança, de ficção e de amor que tanto precisamos nos dias de hoje”, conclui.

(Foto: Carol Beiriz)

_____
SERVIÇO: sex e sáb, 21h; dom, 19h. R$ 60. 80 min. Classificação: 12 anos. De 9 até 18 de novembro. Teatro Municipal de Niterói – Rua Quinze de Novembro, 35 – Centro. Tel: 2620-1624.

Comentários

comments