Plantão

Peças Festa de Família e O Funeral buscam R$ 31 mil no Catarse

(Foto: Tatiana Farache)

(Foto: Tatiana Farache)

A produção dos espetáculos “Festa de Família” e “O Funeral”, ambos dirigidos por Bruce Gomlevsky (de “Blackbird”), abriu um projeto no Catarse para financiamento coletivo de suas segundas temporadas. O objetivo é arrecadar R$ 31 mil para custos operacionais, como aluguel do teatro, operadores de som e luz e transporte de cenário e figurinos. Ambas as peças estão programadas para reestrear no Teatro Poeirinha, em Botafogo, no dia 13 de novembro. As contribuições financeiras, que variam entre R$ 20 e R$ 10 mil, em troca de diversos benefícios, podem ser realizadas até o dia 16 do mesmo mês.

O texto do projeto destaca que se trata de uma produção independente, sem patrocínio. O custo de R$ 31 mil para a segunda temporada tampouco inclui cachês de atores e equipe técnica (que são os mesmos em ambos os espetáculos). Todos trabalharão por percentual da bilheteria. O elenco, aliás, está indicado ao Prêmio Questão de Crítica, por sua temporada original, no Espaço Sesc, em Copacabana.

O elenco das duas peças conta com Carolina Chalita (de “Edypop”), Felipe Cabral (de “Norma”), Glauce Guima (de “Grito d’alma”), Gustavo Damasceno (de “Sonho de uma Noite de Verão”), Jaime Leibovitch (de “Diários do Paraíso”), João Lucas Romero (de “201”), Luiz Felipe Lucas (de “Molière – A Liga dos Hipócritas”), Luiza Maldonado (de “Chapeuzinho Vermelho, uma Nova Aventura”), Raul Guaraná (de “Infância”), Ricardo Ventura (de “O Sósia”), Silvio Matos (de “O Burguês Fidalgo da Mangueira”), Sofia Viamonte (de “Sassariquinho”), Thalita Godoi (de “Noel Rosa, O Poeta da Vila e Seus Amores”) e Thiago Guerrante (de “O Dragão”). Xuxa Lopes (de “Popcorn”) faz uma participação especial.

Tanto “Festa de Família” e “O Funeral” são de autoria do cineasta, dramaturgo e roteirista dinamarquês Thomas Vinterberg, criador do manifesto “Dogma 95” com Lars Von Trier. “Festa de Família” já havia sido montada por Bruce Gomlevsky em 2009, o que lhe deu o Prêmio Shell de Melhor Direção. Para a remontagem deste ano, ele convocou um novo elenco, e decidiu fazer a dobradinha com “O Funeral”, que funciona como uma continuação da peça anterior.

“Festa de Família” mostra o aniversário de 60 anos de um senhor rico da Dinamarca, que reúne a família na casa de campo para a comemoração. Mas segredos familiares vêm à tona, com revelações chocantes, que mudam a vida de todos os presentes para sempre. Em “O Funeral”, vê-se a mesma família, em um reencontro depois de dez anos, para o funeral do patriarca. Novamente, os parentes são surpreendidos com novos fatos e uma reviravolta.

Para contribuir com a produção da nova temporada, clique aqui.

Comentários

comments