Filipe Vicente

SP: Brilhante, Regina Duarte protagoniza espetáculo O Leão no Inverno

SÃO PAULO – Esposa do Rei da Inglaterra, Eleanor (Regina Duarte) é prisioneira de Henry II (Leopoldo Pacheco) desde 1173. A Rainha possui autorização para se juntar ao marido e aos três filhos sobreviventes – Richard (Caio Paduan), Geoffrey (Michel Waisman) e John (Filipe Bragança) – apenas em datas comemorativas. Durante o natal de 1183, a família recebe um dos filhos do ex-marido de Eleanor, Philip (Sidney Santiago Kuanza), atual Rei da França, além da amante de Henry II, Alais (Camila dos Anjos), meia-irmã de Philip. Usufruindo sua liberdade temporária, Eleanor provoca a discussão sobre quem deve ocupar o trono após a morte do Rei.

(Foto: J.F. Diorio)

Escrita pelo americano James Goldman em 1966, “O Leão no Inverno” possui inúmeras adaptações pelo mundo, com ênfase para o longa-metragem protagonizado por Peter O’Toole e Katharine Hepburn. Em 1969, Hepburn conquistou o Oscar de Melhor Atriz por sua interpretação de Eleanor, primeira e única ocasião em que o troféu foi compartilhado com outra artista, a atriz Barbra Streisand, por sua interpretação de Fanny Brice em “Funny Girl”. Com direção geral assinada por Ulysses Cruz, a versão brasileira em cartaz desde o final de maio no Teatro Porto Seguro, em São Paulo, é a primeira adaptação do texto no Brasil.

À frente de um elenco primoroso, Regina Duarte se destaca com sua espetacular interpretação de Eleanor. A experiência conquistada durante os mais de 50 anos de carreira, pode ser comprovada ao observar a segurança na execução de cada gesto e cada fala da atriz, que possui naturalidade e desempenho formidáveis, vistos apenas nos melhores artistas de sua geração.

(Foto: J.F. Diorio)

Em um primeiro momento, o espaço cru, sem fundo e sem coxias, parece não conseguir transportar o público ao período de “O Leão no Inverno”. As instalações do prédio e a belíssima iluminação de Caetano Vilela, contrastam com os grandiosos objetos cênicos embalados rusticamente com papel pardo, material utilizado para estruturar coroas, plantas, árvore de natal e paredes. Assim como a impecável cenografia de Lucas Isawa, o figurino criado pelo elenco em parceria com Ulysses Cruz, mistura roupas atuais com peças que remetem décadas atrás. Ambas as contraposições auxiliam a platéia a enxergar no antigo texto, inúmeros momentos que poderiam facilmente se passar no presente. A trilha-sonora é executada ao vivo.

“O Leão no Inverno” está em cartaz no Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos), em São Paulo, sextas (21h), sábados (21h) e domingos (19h). As entradas custam de R$25,00 (meia) a R$80,00 (inteira) e podem ser adquiridas através do site oficial da Tudus. O espetáculo tem duração de 100 minutos e classificação indicativa para maiores de 12 anos. Até 29 de julho.

(Foto: Marcos Moraes)

Publicado originalmente no SETOR VIP.

Comentários

comments

Share: