Veja a lista de indicados ao Prêmio do Humor – Teatro em Cena
Premiações

Veja a lista de indicados ao Prêmio do Humor

Saiu a lista de indicados à 3ª edição do Prêmio do Humor, organizado pelo ator Fábio Porchat (de “Meu Passado Me Condena”). “A Vida Não É um Musical”, resultado da parceria entre Leandro Muniz (de “Sucesso”) e João Fonseca (de “Cássia Eller, o Musical”), é o líder de indicações: o espetáculo concorre em todas as cinco categorias, com destaque para duas nomeações a melhor performance – tanto para Daniela Fontan (vinda de “Sucesso”) quanto para Marcelo Nogueira (que já protagonizou “Agnaldo Rayol – A Alma do Brasil”). Curiosamente, é o segundo ano seguido em que a premiação enaltece uma comédia musical. Em sua última edição, o musical “[nome do espetáculo]” foi indicado em quatro categorias e venceu duas.

Daniela Fontan e Marcelo Nogueira em “A Vida Não É um Musical” (Foto: Carol Pires)

Fora “A Vida Não É um Musical”, que satiriza o gênero e o panorama político municipal e nacional, outros destaques da lista de nomeados ao prêmio são “A Invenção do Nordeste”e “Delírios da Madrugada”. O primeiro é uma criação do Grupo Carmin, do Rio Grande do Norte, e concorre em quatro categorias (texto, direção, peça e performance). Já o segundo é o solo musical de Zéu Britto, indicado também a quatro categorias (texto, peça, performance e especial). Confira a lista completa abaixo:

Texto
– Henrique Fontes e Pablo Capistrano por “A Invenção do Nordeste”
– Pedro Brício por “O Condomínio”
– Zéu Britto por “Delírios da Madrugada”
– Leandro Muniz por “A Vida Não É um Musical — O Musical”

Direção
– Quitéria Kelly por “A Invenção do Nordeste”
– Pedro Brício e Alcemar Vieira por “O Condomínio”
– João Fonseca e Leandro Muniz por “A Vida Não É um Musical — O Musical”

Peça
– “A Invenção do Nordeste”
– “O Condomínio”
– “Delírios da Madrugada”
– “A Vida Não É um Musical — O Musical”

Performance
– Mateus Cardoso por “A Invenção do Nordeste”
– Pedroca Monteiro por “O Condomínio”
– Zéu Britto por “Delírios da Madrugada”
– Isabelle Marques por “Tô de Graça”
– Daniela Fontan por “A Vida Não É um Musical — O Musical”
– Marcelo Nogueira por “A Vida Não É um Musical — O Musical”
– Izabella Van Hecke por “Super Moça”
– Rodrigo Sant’Anna por “Tô de Graça”

Categoria especial
– Zéu Britto pelas músicas da peça “Delírios da Madrugada”
– Miguel Falabella pela adaptação em versos da peça “Mordidas”
– Fabiano Krieger pelas músicas da peça “A Vida Não É um Musical – O Musical”

Homenageada
Berta Loran

O júri é formado por Aloísio de Abreu, Claudio Torres Gonzaga, Benvindo Sequeira, Sura Berditchesvsky e Rafael Teixeira. Eles anunciarão os vencedores em março.

Comentários

comments