(Foto: Divulgação)

A nova montagem de “Léo e Bia”, escrita por Oswaldo Montenegro e agora dirigida por Leonardo Talarico (de “Amor e Ódio em Sonata”), estreou no domingo (19/3) no Teatro Fashion Mall com a casa lotada. Tudo seria ótimo, se dezenas de convidados não tivessem ficado do lado de fora. A sala conta com 352 poltronas, mas a produção convidou mais gente do que isso e ainda colocou ingressos à venda. Entrou quem chegou cedo e garantiu seu convite. Grande parte ficou a ver navios. A produção pediu desculpas pelo inconveniente e distribuiu convites para que os espectadores voltassem outro dia. Os convites impressos, no entanto, também acabaram e não foram suficientes para todos os barrados.

VEJA TAMBÉM:
ENTREVISTA: Isabella Santoni fala sobre processo criativo do espetáculo

Entre os que não entraram, estavam vários artistas, como Thati Lopes (de “Se Eu Fosse Você, o Musical”), Amanda Mirasci (de “Uma Vida Boa”), Victor Lamoglia (de “Era Pra Ser um Stand Up”), Hanna Romanazzi (da novela “Liberdade, Liberdade”) e Cynthia Senek (da novela “Malhação”). Imprensa também não teve acesso à sala, só ao fim da apresentação. Foi uma grande decepção para quem não imaginou o risco que significava o “sujeito a lotação” escrito em letras pequenas no convite…

Quem ficou, dentro ou fora da sala do teatro, se divertiu no fim: teve coquetel e batida de funk no foyeur. Isabella Santoni, protagonista da peça, encheu o Instagram Stories com vídeos da celebração. Mas os barrados já estavam em casa, chateados.