O esquete “O Povo, o Rei e o Bufão do Rei”, de alunos da UNIRIO, da UFRJ e da Escola Martins Penna, é o grande vencedor da 7ª edição do FESTU – Festival de Teatro Universitário. Ele recebeu quatro troféus na Mostra Nacional Competitiva, finalizada no sábado (7/10), no Teatro SESI Centro. Levou os prêmios de melhor esquete, direção, cenografia e iluminação (esses três últimos para Ricardo Rocha). O esquete é descrito como uma paródia sobre a relação de poder do povo com seu governante, fruto de uma pesquisa sobre a dramaturgia de Matéi Visniec.

O grupo vencedor recebe patrocínio de R$ 30 mil para montar um espetáculo, que já tem sua participação garantida no Festival de Curitiba em 2018 e na Mostra de Espetáculos do 8º FESTU. Além disso, o trabalho desenvolvido também cumprirá temporada em 2018 na Caixa Cultural. Além disso, Ricardo ganha uma bolsa na CAL para mergulho teatral, seis meses de bolsa na escola O Tablado, seis meses de bolda no Centro de Movimento Deborah Colker e vaga em workshop intensivo de férias em teatro musical no CEFTEM.

Neste ano, 27 esquetes foram selecionados para a mostra competitiva entre 152 inscritos. Os trabalhos apresentados ao público e ao júri foram do Rio, Brasília, Curitiba, Niterói e Salvador.

Veja a lista completa de vencedores:

Melhor Esquete: “O Povo, o Rei e o bufão do Rei”

Melhor Esquete pelo Júri Popular: Império de Anjos.

Melhor Texto Original: Pablo Pêgas com o esquete “Anamnese”.

Melhor Direção: Ricardo Rocha com o esquete “O Povo, o Rei e o Bufão do Rei”.

Melhor Ator: Pablo Pêgas do esquete “Anamnese”.

Melhor Atriz: Bruna Martini com o esquete “Ab-Reação”.

Melhor Trilha Sonora: Wallace Cardoso, João Nazaré, Graciana Valladares do esquete “Império de Anjos”

Melhor Figurino: Dora de Assis do esquete “Baldes”.

Melhor Cenografia: Ricardo Rocha do esquete “O Povo, o Rei e o bufão do rei”

Melhor Iluminação: Ricardo Rocha do esquete “O Povo, o Rei e o bufão do rei”.