Os fãs de teatro musical ganharão um presente em dezembro: uma curta temporada de “Otelo da Mangueira” com entrada franca no Teatro Cesgranrio, no Rio Comprido. O espetáculo terá 18 atores no palco – fruto da 1ª Oficina de Teatro Musical Cesgranrio – e direção de Gustavo Gasparani (do premiado “Samba Futebol Clube”). Encabeçado por André Rayol (de “Rádio Nacional”) e Arthur Ienzura (de “O Musical Mamonas”), o elenco está em fase de ensaios.

Arthur Ienzura (Foto: Divulgação / Facebook)
André Rayol (Foto: Divulgação / Facebook)

“Otelo da Mangueira” é uma adaptação de “Otelo” de William Shakespeare (1564-1616), ambientada na favela carioca nos anos 1940. Na história, Otelo, o diretor da escola de samba Estação Primeira de Mangueira, conquista uma linda moça de São Cristóvão e mata de inveja seu melhor amigo, que não vai deixar por isso mesmo. A montagem original, com texto de Gasparani e direção de Daniel Herz (de “Perdoa-me Por Me Traíres”), estreou em 2006.

Na nova montagem, apresentada como uma “versão desconstruída”, Gasparani dirige o elenco escolhido em audição e preparado na oficina do Cesgranrio, com aulas de Mirna Rubim (canto), Victor Maia (dança), Luisa Catoira (cuidados com a voz), Jonas Hammar (preparação vocal). O papel principal, que foi do ator Marcelo Capobiango em 2006, é assumido desta vez por André Rayol e Arthur Ienzura, que se alternarão nas sessões. O elenco também conta com Hamilton Dias (de “5 Contra Nem 1”), Ricardo Knupp (de “Rapsódia – O Musical”), Rodrigo Drade (de “Boca Suja”), Roberta Monção (de “O Mambembe”), Tecca Ferreira (de “Ordinary Days”) e Ticiana Saldanha (de “Só Por Hoje – O Musical”), entre outros.