Teatro do Saara (Foto: Alexandre Macieira)
O Teatro do Saara vai ter que fechar as portas até conseguir patrocínio. A assessoria da casa notificou a imprensa de que a programação será encerrada na sexta (23/6), após três meses de atividades. Não é um fechamento definitivo da casa. O diretor Fernando Maatz, idealizador do projeto, trata esse como o fim de “sua primeira temporada”. A inatividade temporária terminará quando houver orçamento para manutenção do teatro.

Inaugurado em março, o Teatro do Saara propôs uma novidade na cena carioca: programação vespertina, com peças curtas de até 25 minutos e ingressos superpopulares – apenas R$ 3. É o que o diretor chama de “teatro de varejo”. A ideia é atender o público que circula pelo Centro na hora do almoço. As apresentações acontecem de segunda a sexta,sempre às 12h30, 13h30 e 14h30.

“O mais satisfatório foi perceber um público variado e amplo – oriundo da região e que mistura: moradores de rua, trabalhadores de escritórios, pessoal da Comlurb, senhoras e senhores mais velhos que frequentam o centro, estudantes secundaristas, alunos do ifcs etc.”, avalia Maatz. A casa, no entanto, tem capacidade para apenas 40 pessoas, o que torna inviável sobreviver de bilheteria. Desde o início, busca-se patrocínio. O objetivo de Maatz ainda é reformar o casarão onde fica o teatro e transformá-lo em centro cultural, com teatro de pequeno porte, sala de ensaio, escritórios e oficinas.

PROGRAMAÇÃO DA ÚLTIMA SEMANA
Quartas-feiras: O Sequestro no Trem Fantasma (12h30) / O homem que via os mortos (13h30) / Crime na Uruguaiana (14h30)
Quintas-feiras O homem que via os mortos (12h30) / O Mascate da Rua da Alfândega (13h30) / Dr. Frederico, o hipnótico (14h30)
Sextas-feiras: Crime na Uruguaiana (12h30) / O Sequestro no Trem Fantasma (13h30) / Dr. Frederico, o hipnótico (14h30) /

_____
SERVIÇO: seg a sex, 12h30, 13h30 e 14h30. R$ 3. 25 min cada. Até 23 de junho. Teatro do Saara – Largo São Francisco de Paula, 19 – Centro. Tel: 3349-8008.