Wolf Maya (de “33 Variaçoes”) venceu o Prêmio Cesgranrio na categoria especial, pela abertura de um teatro novo na Barra da Tijuca – o Teatro Nathalia Timberg, no Freeway. Logo após receber o troféu, o ator e diretor conversou com o Teatro em Cena sobre a administração do espaço, que comporta duas salas: uma de 293 assentos e outra menor, com 65. “Esse é o primeiro grande teatro que administro. Está lindo, a programação é ótima, e eu… tô quase falido! (risos) O custo de um teatro é absurdo”, admite. O empreendimento corre sem patrocínio.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Em janeiro, nenhuma obra foi apresentada no espaço, que já recebeu “O Beijo no Asfalto – O Musical”, “A Serpente” e “33 Variações”, com a própria Nathalia Timberg no elenco em 2016. Apesar da visível inatividade temporária, Wolf explica que o teatro atende à Escola de Atores Wolf Maya. Os alunos do curso “aproveitam todo o tempo ocioso do teatro, quando não tem espetáculo”, segundo ele, “é maravilhoso ver tantos atores criando ali”.

Depois do Carnaval, o diretor concorrerá a outro troféu pela construção do teatro, no Prêmio APTR. Feliz pelo reconhecimento da classe, ele conta que tem um segundo projeto na manga para 2017, mas faz mistério sobre o título escolhido. “Ainda não posso falar, só que é um clássico em espanhol”, desconversa. É esperar pra ver.