Alunos da Martins Pena criam abaixo assinado em prol de melhorias

A Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Pena segue passando por dificuldades. Sempre lutando pelo local, os estudantes estão recolhendo assinaturas em um abaixo-assinado online para pedir transporte coletivo e alimentação gratuitos. O enquadramento como curso técnico, e não médio, não dá direito aos alunos desfrutarem do RioCard Escolar. Com isso, todos têm que pagar passagens, aumento os custos para estudar na escola, que já carece de infraestrutura e frequentemente de pagamento para os professores.

Alunos em ato público reivindicando pagamento dos professores (Foto: Reprodução)

Alunos em ato público reivindicando pagamento dos professores (Foto: Reprodução)

Na petição aberta na plataforma Avaaz, o Grêmio Estudantil ressalta que já existe um projeto de lei, de autoria do deputado Eliomar Coelho (PSOL), para estender a gratuidade do transporte para estudantes de nível subsequente ou pós-médio. O pedido é que o projeto seja, então, votado. Além disso, os alunos solicitam um PL para a alimentação gratuita (é o mesmo caso: a alimentação é apenas para estudantes do nível médio). “Mais uma vez, a Martins Penna enfrenta uma situação calamitosa, que também assombra demais instituições públicas do Estado do Rio de Janeiro. O progressivo sucateamento oriundo do descaso de décadas de abandono, hoje culmina na impossibilidade de dar continuidade ao processo de aprendizagem”, diz o texto.

O abaixo assinado foi aberto no dia 8 de março e visa conseguir duas mil assinaturas para lutar contrato o descaso estatal. Fundada em 1908, a Martins Pena é considerada a mais antiga escola de teatro da América Latina. O título, porém, não se reflete em investimentos e o curso é mantido graças à resistência de professores e alunos. Para assinar a petição, clique aqui.