Estudantes da Escola Técnica de Teatro Martins Pena estão organizando um ato artístico para o dia 30 (quinta), às 17h30, com o intuito de reivindicar melhorias na instituição. Entre as reclamações, expostas na página do local no Facebook, estão o quadro incompleto de professores e funcionários, a falta de infraestrutura básica (telefone e Internet, por exemplo) e o repasse atrasado da verba da FAETEC. Cerca de 100 pessoas devem participar da manifestação na escola, no Centro.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

O objetivo do protesto e ato artístico é mostrar as condições deficientes da Martins Pena. Está prevista para este dia 30 uma visita do deputado estadual Flavio Serafine (PSOL), que já está por dentro dos problemas da instituição. Segundo Pedro Barroso, integrante da Comissão Facilitadora dos Contatos com a Mídia, criada em reunião com o grêmio estudantil, a escola vem passando por uma situação de descaso. Sobre o ato, ele adianta: “Vai haver um tour para que esses políticos conheçam melhor a escola e todos os seus problemas. Em cada cômodo, haverá uma apresentação como forma de protesto”.

A Escola Técnica de Teatro Martins Pena é atualmente o único centro gratuito de formação profissional de atores. A instituição existe desde 1908, sendo a primeira escola de teatro brasileira e também a mais antiga da América Latina. José Wilker, Oduvaldo Vianna e Maria Tereza do Amaral já dirigiram a instituição, que formou artistas como Procópio Ferreira, Sadi Cabral, Tereza Rachel, Denise Fraga e Claudia Jimenez.