Depois do sucesso de “Os Realistas”, a atriz Débora Bloch já está com novos planos. Ela conta ao Teatro em Cena que o espetáculo não retornará em 2017, porque todos os atores estão comprometidos com outros trabalhos, inclusive ela. “Eu quero fazer uma peça nova! Possivelmente, com direção do Guilherme de novo”. Guilherme é Weber, que a dirigiu em “Os Realistas”.

Debora Bloch e Guilherme Weber (Foto: Leonardo Torres)

O próximo texto que está na mira da atriz é “De Verdade”, do dramaturgo tcheco-britânico Tom Stoppard – o mesmo de “Rosecrants e Guildenstern Estão Mortos”. Ele também já venceu o Oscar pelo roteiro do filme “Shakespeare Apaixonado”, com Joseph Fiennes e Gwyneth Paltrow nos papéis principais.

O projeto, no entanto, ainda não tem previsão de estreia. Débora atualmente se prepara para a série de TV “13 Dias Longe do Sol”, na Globo, e comparece nas premiações teatrais, concorrendo por “Os Realistas”. Ela já levou o Prêmio Cesgranrio por essa atuação.

– Eu brinco que esse espetáculo me salvou. Na peça, minha personagem tem uma fala assim: “as pessoas são salvas por pessoas”. É uma necessidade minha estar no palco, no teatro, com pessoas de teatro. As pessoas que fizeram essa peça comigo me deram vitamina. Esse espetáculo me deu muita alegria, muito prazer, me desafiou e me renovou muito como atriz. É muito legal quando você faz um trabalho do qual se orgulha e vê que ele toca as pessoas. Ficamos um ano inteiro fazendo a peça, de janeiro a dezembro, o que é uma coisa rara hoje. – diz a atriz.