É falsa a notícia que associa Alessandra Maestrini (de “Yentl Em Concerto”) à montagem brasileira de “Wicked”, da Time For Fun. A assessoria da atriz desmentiu a informação ao Teatro em Cena. Não procede sua escalação para o papel da bruxa Elphaba, protagonista do espetáculo. O site apurou e, na verdade, o elenco ainda não está 100% fechado, embora as audições tenham sido encerradas na semana passada.

(Fotos: Reprodução)
(Fotos: Reprodução)

O famoso blogueiro Hugo Gloss disse que Myra Ruiz (de “Nine – Um Musical Felliniano”) foi a outra escolhida para viver Elphaba, a Bruxa Malvada do Oeste. Ele também anunciou Fabi Bang (de “Kiss Me, Kate – O Musical”), Jonatas Faro (de “Hairspray”) e André Loddi (de “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”). Nenhum nome foi confirmado oficialmente pela produção da peça até o momento. A lista oficial é mantida em sigilo.

Lisa Leguillou, co-diretora da montagem original de Nova York, esteve presente nas audições de São Paulo e ficou impressionada com o nível da disputa pelo papel de Elphaba. Duas atrizes ficaram até o fim sem deixar ninguém saber quem era a melhor. “Quando uma me surpreendia, a outra conseguir ser melhor. E, quando tudo parecia resolvido, a primeira avançava mais um pouco, obrigando a concorrente a atingir um patamar superior. E ela conseguia!”, contou em entrevista ao jornal Estadão.

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

“Wicked” é um dos musicais da Broadway mais aguardados no Brasil. Fãs do gênero estão muito ansiosos por informações da peça, que estreará em 3 de março, em São Paulo. Será uma superprodução. Por conta da montagem do seu palco e cenário, a Time For Fun antecipou o fim da temporada de “Mudança de Hábito” no Teatro Renault em uma semana. Os ensaios começarão em janeiro.

Queridinho do público, o musical está em cartaz na Broadway desde 2003, com mais de cinco mil apresentações. Escrito por Winnie Holzman, com letra e música de Stephen Schwartz (de “Godspell”), o espetáculo é uma espécie de spin-off de “O Mágico de Oz”, contando o que aconteceu em Oz antes da chegada de Dorothy. Na trama, uma menina tem a pele verde, é inteligente e incompreendida, e a outra garota é bonita, ambiciosa e muito popular. As duas vivem uma odisseia e se tornam as bruxas má Elphaba e a boa Glinda. Originalmente, Idina Menzel e Kristin Chenoweth viveram os papeis principais, ambas indicadas ao Tony Awards – premiação que concedeu seis troféus ao musical.