O espetáculo “Beije Minha Lápide”, uma homenagem ao Oscar Wilde escrita por Jô Bilac e dirigida por Bel Garcia (ambos de “Conselho de Classe”), fará mais uma temporada no Rio de Janeiro. A próxima parada é no Teatro Oi Casa Grande, no Leblon. Serão apenas seis apresentações, a partir do dia 24 de julho, e os ingressos já estão à venda.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Idealizado por Marco Nanini (de “Pterodátilos”), que encabeça o elenco, o espetáculo conta a história de um fã ardoroso do escritor Oscar Wilde, que é preso após ultrapassar a barreira que separa seu túmulo do “público” no cemitério Père Lachaise, em Paris. A trama é fictícia, mas inspirada em um fato real: a barreira realmente existe, para impedir que as pessoas continuassem deixando marcas de batom na lápide e, assim, corroendo-a. Outras referências reais permeiam o texto, facilmente reconhecíveis pelos admiradores da obra do escritor.

O projeto marca o primeiro encontro do Nanini com a Cia. Teatro Independente. O elenco é todo composto pelos atores da companhia, além do texto do Jô Bilac, que também é integrante do grupo. Carolina Pismel (de “Cachorro!”), Paulo Verlings (de “Conselho de Classe”) e Júlia Marini (de “Cachorro!”) são os artistas em cena nesta peça, que já passou pelos Centro Cultural Correios, Teatro Dulcina, Galpão Gamboa e Imperator.

Foi com essa peça que Marco Nanini consagrou-se o ator do ano na última edição do Prêmio APTR:

_____
SERVIÇO: sex e sáb, 21h30; dom, 19h. R$ 80 (balcão) e R$ 100 (plateia). 80 min. Classificação: 16 anos. De 24 de julho a 2 de agosto. Teatro Oi Casa Grande – Rua Afrânio de Melo Franco, 290 – Leblon. Tel: 2511-0800.