O casal de atores Lívia de Bueno e Luca Bianchi, que se conheceu durante as filmagens do longa “Paraísos Artificiais” (2012), repete a parceria no espetáculo “DHRAMA: o Incrível Diálogo Entre Krishna e Arjuna”. Os dois estão a frente do texto de João Falcão, que estreia nesta quarta (18/3) no CCBB, no Centro, após uma temporada de quase dois meses em Nova York.

Casal caracterizado em "DHRAMA" (Foto: Divulgação)
Casal caracterizado em “DHRAMA” (Foto: Divulgação)

Isso mesmo, Nova York. Como Luca Bianchi estudou teatro na cidade, ele tinha vontade de montar um espetáculo lá. Em 2013, ele e Lívia viajaram para os Estados Unidos a fim de buscar espaço na programação de algum local e, com a ajuda do ex-professor dele, conseguiram ocupar o teatro Lee Strasberg no circuito off-Broadway no ano passado. Os dois apresentaram a peça em inglês. “São muitos textos americanos montados no Brasil e pouquíssimos textos brasileiros traduzidos para o inglês. A peça funcionou bem em inglês e, por ser um tema universal, achamos que poderia ser uma boa oportunidade de levar um autor brasileiro para fora do país”, pontua Lívia, que além de contracenar é dirigida pelo namorado neste projeto.

O tema universal ao qual ela se refere é a fraqueza do homem, com seus conflitos e recuos diante das dificuldades da vida. A trama é inspirada em “Bhagavad Gita”, parte do livro sagrado hindu “Mahabharata”, e narra o diálogo entre Arjuna, o maior guerreiro de todos os tempos, e Krishna, a encarnação de Deus, segundo o hinduísmo. Os dois se encontram em pleno campo de batalha, quando Arjuna se recusa a continuar na guerra. “Esse drama é muito especial para mim. É o trabalho mais diferente de tudo que eu fiz”, diz João Falcão.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

O espetáculo já teve uma montagem em 2007, com Alinne Moraes (de “Doroteia”) e Osvaldo Mil (de “Se Eu Fosse Você, o Musical”) nos papeis principais, e direção do próprio João Falcão. Foi essa montagem, aliás, que inspirou Luca Bianchi quando o assistiu. “Eu adorei a peça. Gosto de temas relacionados à espiritualidade, mas ‘DHRAMA’ vai além disso, pois nos mostra como lidar com a moral e nossa consciência”, ressalta.

_____
SERVIÇO: qua a dom, 19h30. R$ 10. 60 min. Classificação: livre. Até 26 de abril. Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) – Teatro III – Rua Primeiro de Março, 66 – Centro. Tel: 3808-2020.