Cidadela colocará público no meio do palco na Sede das Cias

A peça “Cidadela”, que conta a história de uma família de músicos itinerantes, estreará na quarta (19/3) na Sede das Cias, na Lapa. Um diferencial do espetáculo é que ele colocará o público no centro do palco, com os atores se movimentando ao seu redor. A concepção é do Diego de Angeli (de “Passagens”), responsável pelo texto e pela direção, com consultoria do artista visual argentino Tomás Fage.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

A trama, que é uma fábula, acompanha uma família crédula na ideia de que vai criar raiz e virar árvore caso para de viajar. Eles mudam de um lugar par ao outro, enquanto tentam finalizar uma sinfonia, até que o pai morre e o filho mais velho decide fundar uma cidade. Ele quer virar árvore.

O espetáculo é a primeira montagem do Coletivo Arvorá, formado pelos atores e músicos Frederico Demarca (de “De Repente”), Guilherme Hinz (de “LÜ, Aquilo Que Deixo Para Trás”), Jefferson Zelma (de “Oráculos de Jaleco”), Juliana Linhares (de “Matrióshka: uma História Dentro da História”) e Juliana Longuinho (de “Caravana da Ilusão”). Eles se conheceram no curso de artes cênicas da UNIRIO.

Serviço:
Sede das Cias
Rua Manuel Carneiro, 12 – Escadaria Selarón – Lapa – Telefone: 2137-1271.
Temporada: 19 de março a 18 de abril de 2014
Horário: Quarta a sexta, às 20h.
Duração: 70 minutos
Ingressos: R$20,00
Classificação: Livre