Saiu a lista de indicados do segundo semestre de 2015 ao 5º Prêmio Questão de Crítica, completando o time de nomeados desta edição. “Projeto Brasil”, do diretor Marcio Abreu, se destaca, concorrendo em oito categorias, incluindo ator, atriz, direção e espetáculo.

Projeto Brasil (Foto: Divulgação)
Projeto Brasil (Foto: Divulgação)

O júri da premiação é formado por Dâmaris Grün, Daniel Schenker, Daniele Avila Small, Dinah Cesare, Mariana Barcelos, Patrick Pessoa, Paulo Mattos, Renan Ji e Viviane da Soledade.

Confira a lista completa abaixo:

Ator
Leonardo Netto por “A Santa Joana dos Matadoutros”
Rodrigo Bolzan por “Projeto brasil”
Silvero Pereira por “BR-Trans”
Guilherme Miranda por “Otto Lara Resende” ou “Bonitinha mas ordinária”
Marcelo Olinto por “Sexo Neutro”
Renato Carrera por “O homossexual ou A dificuldade de se expressar”

Atriz
Giovana Soar por “Projeto brasil”
Sara Antunes por “Guerrilheiras ou Para a terra não há desaparecidos”
Carolina Virgüez por “Caranguejo Overdrive”
Elisa Pinheiro por “Otto Lara Resende” ou “Bonitinha mas ordinária”

Cenografia
Aurora Dos Campos por “Guerrilheiras ou Para a terra não há desaparecidos”
Fernando Marés por “Projeto brasil”
Bia Junqueira por “A Santa Joana dos Matadouros”
Daniela Thomas e Camila Schmidt por “Hora amarela”
Mina Quental por “Infância, tiros e plumas”
Pedro Paulo de Souza por “O homossexual ou A dificuldade de se expressar”

Direção
Isabel Penoni por “Eles não usam tênis naique”
Jezebel de Carli por “BR-Trans”
Marcio Abreu por “Projeto brasil”
Fabiano de Freitas por “O homossexual ou A dificuldade de se expressar”
Marcio Abreu por “Krum”
Marco André Nunes por “Caranguejo Overdrive”

Direção de movimento / Preparação corporal / Cenografia
Marcia Rubin por “Projeto brasil”
Marcia Rubin por “Krum”
Tatiana Tibúrcio por “Salina – A última vértebra”

Direção musical / Trilha sonora original
Felipe Storino por “Projeto brasil”
Felipe Storino por “Caranguejo Overdrive”
Felipe Storino por “Krum”
Luís Filipe Lima pela direção musical e Nei Lopes trilha sonora original de “Bilac vê estrelas”

Dramaturgia
Álamo Facó por “Mamãe”
Marcio Abreu por “Projeto brasil”
João Cícero por “Sexo neutro”
Pedro Kosovski por “Caranguejo Overdrive”

Figurino
Carol Lobato por “Kiss me, Kate”
Ana Teixeira e Stephane Brodt por “Salina – A última vértebra”
Antonio Guedes por “O homossexual ou A dificuldade de se expressar”

Iluminação
Tomás Ribas por Guerrilheiras ou “Para a terra não há desaparecidos”
Paulo Cesar Medeiros por “A Santa Joana dos Matadoruros”
Maurício Fuziyama por “Brasil Subterrâneo I – A escada de Jacó”
Alessandro Boschini por “Estamos indo embora”
Nadja Naira por “Krum”
Renato Machado por “O homossexual ou A dificuldade de se expressar”

Elenco
“Eles não usam tênis naique”
“Krum”

Especial
Eryk Rocha pela Direção audiovisual de “Guerrilheiras ou Para a terra não há desaparecidos”
Luiz Fernando Ramos pelo livro “Mímesis performativa”
Editora Cobogó, Acción Cultural Española e TEMPO_FESTIVAL pela Coleção Dramaturgia Espanhola
Bia Radunsky pela curadoria de teatro e dança do Espaço Sesc de 2002 a 2015
Centro Cultural Banco do Brasil pela realização, Hélio Eichbauer pela curadoria da exposição e Sérgio de Carvalho pela curadoria da Mostra Paralela da mostra multimídia Augusto Boal
Christianne Jatahy pela direção da ópera “Fidelio”

Espetáculo
“Projeto brasil”
“BR-Trans”
“Caranguejo Overdrive”
“Krum”
“O homossexual ou A dificuldade de se expressar”

Comissão julgadora: Dâmaris Grün, Daniel Schenker, Daniele Avila Small, Dinah Cesare, Mariana Barcelos, Patrick Pessoa, Paulo Mattos, Renan Ji, Viviane da Soledade.
Coordenação geral: Daniele Avila Small