O Congresso Brasileiro de Dramaturgia, sediado em São Paulo, terá uma edição no Rio de Janeiro nos dias 3 e 4 de dezembro, na Sede do Sistema Firjan, na Av. Graça Aranha, nº1, 13º andar, no Centro. Estão confirmadas as participações do dramaturgo Jô Bilac (de “Conselho de Classe”), do diretor Aderbal Freire-Filho (de “Incêndios”), do dramaturgo Aimar Labaki (de “Marlene Dietrich – As Pernas do Século”), do dramaturgo e autor de novelas Lauro César Muniz (de “19 Centímetros”) e da atriz e dramaturga Carla Faour (de “Obsessão”). A entrada para assistir às mesas de discussão é gratuita, sujeira à lotação. As vagas são limitadas a 60 pessoas por dia, e é proibida a entrada trajando bermuda.

Aderbal Freire-Filho e Jô Bilac (Fotos: Reprodução)
Aderbal Freire-Filho e Jô Bilac (Fotos: Reprodução)

Tanto no dia 3 (quarta-feira) quanto no dia 4 (quinta-feira), a programação irá das 14h às 18h30. Jô Bilac participará da primeira mesa do primeiro dia, chamada “Existe uma crise criativa na dramaturgia brasileira?”. Aderbal Freire-Filho, Lauro Cesar Muniz e Carla Faour estarão na primeira mesa do segundo dia, “Dramaturgos e roteiristas – pontos de convergência”. As outras mesas do evento são intituladas “Ensino da dramaturgia e da teledramaturgia” e “Formas de escrita dramatúrgicas na contemporaneidade”.

O congresso é promovido pelo Núcleo de Dramaturgia do SESI Cultural, inaugurado neste ano. A programação completa pode ser conferida na página oficial do Firjan: clique aqui.