Débora Falabella (de “Contraçōes”) acaba de chegar de uma viagem de férias a Nova York e aterriza direto no Espaço Sesc, em Copacabana. Quinta (13/8) é dia da estreia para convidados de “Mantenha Fora do Alcance do Bebê”, que chega à cidade após arrebatar indicações a prêmios em São Paulo. “Já te contaram da viagem?”, ela brinca quando questionada sobre a chegada no dia da estreia. “Ainda bem que eu já tinha feito, né? Tudo bem, tudo tranquilo. Cheguei com a adrenalina de fazer”.

(Foto: Leonardo Torres)
(Foto: Leonardo Torres)
(Foto: Leonardo Torres)
(Foto: Leonardo Torres)
(Foto: Leonardo Torres)
(Foto: Leonardo Torres)
(Foto: Leonardo Torres)
(Foto: Leonardo Torres)

Na plateia, o namorado Murilo Benício (da novela “Geração Brasil”) acompanhado do filho. Muito assediado, não se importou em tirar todas as selfies pedidas antes e depois da apresentação. Alêm dele, Nathalia Timberg (de “Tríptico Samuel Beckett”), Debora Lamm (de “Infância, Tiros e Plumas”), Stella Rabello (De “E Se Elas Fossem Para Moscou?”), Renata Guida (de “Beije Minha Lápide”), Tuna Dwek (da novela “I Love Paraisópolis”), Jean Pierre Noher (da novela “Sete Vidas”) e o crítico Lionel Fischer. Debora diz que o público carioca é bem diferente do paulista, com o qual o espetáculo se deu muito bem, mas não sabe dizer o que exatamente o torna distinto. “A gente só consegue identificar isso ao longo da temporada. É diferente, porque a gente sente diferente o público”.

(Foto: Leonardo Torres)
(Foto: Leonardo Torres)
(Foto: Leonardo Torres)
(Foto: Leonardo Torres)

A atriz está feliz por fazer essa peça, porque o texto a instigou muito e é um novo desafio fazer algo fora do Grupo 3 depois de tanto tempo. Além disso, o espetáculo marca seu retorno ao Rio após o Prêmio APTR por “Contrações”. “A gente teve uma experiência maravilhosa com ‘Contrações’ e tomara que a gente repita, porque é um texto que eu adoro fazer. É um texto muito novo, que fala muito sobre o nosso tempo. A Silvia [dramaturga] e o Lenate [diretor] têm a minha idade, então é uma mesma geração falando de uma coisa, isso é raro. É difícil encontrar textos tão contemporâneos e tão bons assim”, conta. No espetáculo, ela interpreta uma mulher socialmente desajustável disposta a adotar um bebê. A encenação se passa durante uma entrevista com a assistente social.

Já “Contrações” deve voltar ao Rio em breve. Débora acredita que muita gente não conseguiu vê-lo no CCBB no ano passado. “Queremos trazer esse ano ou no ano que vem”, adiantou.

_____
SERVIÇO: qua a sex, 20h30; sáb, 18h e 20h30; dom, 19h. R$ 20 (ou R$ 5 para sócios do Sesc). 60 min. Classificação: 14 anos. De 13 até 30 de agosto. Espaço Sesc – Rua Domingos Ferreira, 160 – Copacabana. Tel: 2548-1088.