O ator Dennis Pinheiro (de “S’imbora, o Musical – A História de Wilson Simonal”) ficou com o papel de Sweeney Todd no musical homônimo, que será montado em caráter sem fins lucrativos pelo Utópico Coletivo de Teatro em parceria com o Teatro Escola Rosane Gofman (TERG). Será seu primeiro protagonista. O papel, que já foi interpretado pelo americano Johnny Depp no cinema em 2007, é descrito como um barbeiro com sede de vingança após passar 15 anos preso injustamente. Na história, ambientada na Londres do século XIX, ele e sua cúmplice cometem uma série de assassinatos, transformando os corpos em tortas de carne.

Dennis Pinheiro ficará com papel de Sweeney Todd, vivido por Johnny Depp no cinema (Fotos: Divulgação)
Dennis Pinheiro ficará com papel de Sweeney Todd, vivido por Johnny Depp no cinema (Fotos: Divulgação)

– O Dennis é um ótimo ator. Nas audições, instigamos ele até que de repente… Lá estava a possibilidade de monstro que eu tenho certeza que ele vai ser. Isso é o principal. De quebra, ele tem uma voz única, forte, e um timbre único. É algo bem especial, foi um grande encontro mesmo. De fato, ele chegou muito na energia de monstro, animal, sangue nos olhos. Ali ele ganhou o papel. – comenta o diretor João Gofman (que montou “Into the Woods” no ano passado), em entrevista ao Teatro em Cena.

Durante o processo seletivo, foram recebidos cerca de mil currículos – entre eles, o de Dennis. A direção selecionou 120 atores para os testes, disputando nove papeis. Foi bem concorrido. Em uma das etapas, os candidatos tinham que levar uma cena de qualquer espetáculo e apareceram “Woyzeck” (de Georg Büchner), “Macbeth” (William Shakespeare) e “Gota D’Água” (Chico Buarque). “A galera com certeza saiu do lugar comum”, avalia o diretor, “todos são excelente atores e cantores, elenco afiadíssimo, de ponta. Vão se impressionar com as vozes e a força coletiva da galera”.

Estão no elenco Alan Hauer (como Anthony Hope), Apollo Costa (Toby), Clara Equi (Mendiga), Erick Rizental (Juiz Turpin), Nívia Terra (Dona Lovett), Otávio Hudson (Bedel Bamford), Roberta Galluzzo (Johanna) e Santiago Villalba (Pirelli). A ficha técnica também inclui o diretor de movimento Jefferson Almeida (o mesmo de “Into the Woods”) e a diretora musical Gabriela Alkmim.

– Nossa preparação, embora esteja no início, está sendo bem intensa. A pesquisa teatral é um perfil do Utópico Coletivo de Teatro, e não apenas um ensaio. Uma coisa que o João Gofman gosta de falar é que estamos pesquisando uma peça de teatro que por acaso é musical. A equipe está muito integrada. – conta Dennis Pinheiro – Pegar um protagonista é uma grande responsabilidade e sendo conhecido do grande público pelo corpo e voz do Johnny Depp torna as coisas um tanto quanto interessantes. Minha primeira referência foi ele, mas eu estou fazendo tudo oposto a ele. A linguagem do cinema é muito diferente da do palco, então não posso cair na armadilha de tentar imitar. Busquei outras referências depois e descobri que o Sweeney do palco é muito mais intenso e complexo do que o da telona. Eu brinco que o Sweeney do cinema é um príncipe da Disney perto dos da Broadway.

Mais conhecido no Brasil pela versão cinematográfica, vencedora do Oscar de direção de arte, “Sweeney Todd” é um musical da Broadway de 1979. Ele é baseado na peça “Sweeney Todd, the Demon Barber of Fleet Street”, de Christopher Bond, e tem músicas de Stephen Sondheim, vencedor de oito Tony Awards e um Oscar. Já o texto é assinado por Hugh Wheeler, vencedor de três Tonys. Timão.

A montagem do Utópico Coletivo tem previsão de estreia para 4 de agosto, em teatro a ser definido.