Elenco de "O Grande Circo Místico" no Theatro Net Rio. (Foto: Leonardo Torres)
Elenco de “O Grande Circo Místico” no Theatro Net Rio. (Foto: Leonardo Torres)

A música chegava ao térreo, muito antes dos convidados subirem as escadas rolantes de acesso ao Theatro Net Rio, em Copacabana, na segunda (28/4). Era o som da banda ao vivo, que recepcionava os espectadores para a pré-estreia de “O Grande Circo Místico”, o novo musical do João Fonseca (de “Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz, o Musical”), com trilha sonora desenvolvida por Chico Buarque e Edu Lobo nos anos 1980. Enquanto as pessoas pegavam seus convites, também ganhavam algodão doce, cachorro quente, maçã do amor e pipoca. O clima de picadeiro era reproduzido muito antes do terceiro sinal.

Amigos e parentes do elenco e da equipe, além de diversos nomes da classe artística, prestigiaram o evento. Marcaram presença Natália Lage (de “Edukators”), Gabi Porto (de “Tudo Por um Popstar”), Bruno Sigrist (de “Se Eu Fosse Você – O Musical”), Lissa Diniz (de “O Castelo”), Osmar Silveira (de “Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz, o Musical”), Saulo Segreto (também de “Cazuza”), Eduardo Galvão (de “As Bruxas de Eastwick”) e Malu Rodrigues (de “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”). “Eu já tinha assistido a um corrido. Tenho muitos amigos no elenco e eles estão crescendo cada vez mais”, elogiou Malu. “Chico Buarque é poesia, né? É um espetáculo lindo. Cenário e figurino lindos!”.

O ator Tiago Abravanel (de “Tim Maia – Vale Tudo, o Musical”) também assistiu à sessão, com um gostinho diferente. Ele seria o protagonista do espetáculo, mas foi substituído às pressas por causa de uma torção no tornozelo. De atadura, ele aprovou o trabalho do colega Gabriel Stauffer (de “A Serpente”), que ficou com seu papel de Frederico. “Mais do que aprovado! Era pra ele! Nada acontece por acaso. Se eu não estou ali é porque o Gabriel tinha que brilhar. Ele está fazendo brilhantemente bem”, disse. “Não consigo nem me ver ali de tão incrível que ele está”.

:: Assista a três vídeos do espetáculo em primeira mão!

Na produção, o clima era de emoção. Letícia Colin (de “Como Vencer Na Vida Sem Fazer Força”) e Isabel Lobo (de “Deixa Que Eu Te Ame”), que rivalizam e disputam o amor de Gabriel Stauffer na peça, mal conseguiam falar no fim da sessão. Já o diretor João Fonseca e o compositor Edu Lobo trocavam elogios mútuos. “Você entende tudo de música”, dizia Edu. “E você entende tudo de teatro!”, replicava João.

Os autores Newton Moreno (de “Maria do Caritó”) e Alessandro Toller (de “Západ – A Tragédia do Poder”), que vieram de São Paulo especialmente para a pré-estreia, também estavam realizados. “Dá bastante orgulho ver a peça pronta, porque esse projeto é uma dinastia. Particularmente, fico muito orgulhoso e tocado com o resultado, vendo todos os elementos cênicos em ação”.

A estreia para o público geral está marcada para quinta (1º/5).