“Estamos passando uma hora muito difícil no teatro”, diz Fernanda Montenegro

A atriz Fernanda Montenegro (de “Viver Sem Tempos Mortos”) esteve no Teatro Poeira, em Botafogo, no fim de semana para assistir à peça “O Pena Carioca”, da Cia. Atores de Laura, e acabou fazendo um discurso no fim da sessão. Em tom de conversa com os membros do grupo, após a saída do público da sala, ela comentou sobre a situação atual do teatro brasileiro – e a companhia registrou tudo em vídeo, divulgado na página deles no Facebook. “Nós estamos passando uma hora muito difícil no teatro. Isso reflete o país no qual se está vivendo. O teatro reflete perfeitamente o país nas crises. É impressionante. Não tem um espelho melhor de um país do que o palco desse país, e a gente está junto nessa miséria”, diz na gravação.

Fernanda Montenegro e Daniel Herz (Foto: Divulgação)

Fernanda Montenegro e Daniel Herz (Foto: Divulgação)

Fernanda também elogia a Cia. Atores de Laura, que existe há 23 anos e está comemorando os 200 anos do nascimento do Martins Pena (1815-1848) com essa montagem. Dirigida por Daniel Herz (de “A Importância de Ser Perfeito”), o espetáculo reúne três peças emblemáticas do dramaturgo na íntegra: “A Família e a Festa Na Roça” (1838), “O Caixeiro da Taverna” (1845) e “O Judas No Sábado de Aleluia” (1846).

“Não é mole… um espetáculo como esse precisa de um preparo físico, senão não chega, senão cai e não levanta. E também tem um detalhe: quando a chega à minha idade e vê um grupo que nem o de vocês a gente acredita que o teatro é eterno”, pondera Fernanda. “Às vezes a gente é levado a fazer diálogo, só monólogo, quando tem triálogo já é um elenco imenso. Então, ver um grupo como o de vocês, a gente sai do teatro muito alimentado e dá graças a Deus. Graças a Deus existem atores e um grupo como o de vocês. Não é só o fato do agora, é que vocês perpetuam”.

_____
SERVIÇO: qui a sáb, 21h; dom, 19h. R$ 70. 100 min. Clasificação: 12 anos. Até 25 de outubro. Teatro Poeira – Rua São João Batista, 104 – Botafogo. Tel: 2537-8053.