Os espectadores que foram ao Imperator – Centro Cultural João Nogueira, no Méier, para assistir à estreia da temporada de “Arte” na sexta (12/9) voltaram para casa sem ver a peça. A sessão foi cancelada, 15 minutos depois do horário marcado, por falta de luz. Houve um apagão pouco antes das 21h, e o gerador da casa só tinha capacidade para alimentar as luzes de emergência, segundo a produção. A iluminação cênica inexistia, nessas condições.

(Foto: André Wanderley)
(Foto: André Wanderley)

Segundo a Light, a previsão do retorno do abastecimento elétrico era de 40 minutos. Como não era algo certo, optou-se por cancelar a sessão, em vez de deixar a plateia esperando por tempo indeterminado. O elenco, formado por Vladimir Brichta (de “Hamelin”), Claudio Gabriel (de “A Invenção de Morel”) e Marcelo Flores (de “Macbeth”), fez questão de subir no palco para se desculpar e pedir que os espectadores voltem outro dia. Felizmente ou não, a casa estava longe de sua lotação máxima.

Na saída, o público pôde solicitar o reembolso ou trocar o ingresso para outro dia. A temporada vai até o dia 28, com sessões sextas e sábados às 21h e domingos às 19h30. A entrada custa R$ 30. A estreia, então, foi adiada para o sábado (13/9).

Confira um vídeo do que o público não viu:

Na comédia, escrita por Yasmina Reza (de “Deus da Carnificina”) e dirigida por Emilio de Mello (também de “Deus da Carnificina”), três grandes amigos revelam e questionam suas vidas e relacionamentos em uma discussão desencadeada quando um deles compra um quadro branco. O espetáculo já foi visto por mais de 500 mil pessoas em seus três anos de estrada.