A Aventura Entretenimento decidiu transferir para 2016 a estreia da comédia musical “Vamp”, originalmente prevista para outubro deste ano. “A gente vai fazer no ano que vem, mas já está bastante adiantado o texto, o cenário já desenvolvido… Por enquanto, é o que eu posso falar”, a produtora Aniela Jordan contou ao Teatro em Cena. O motivo do adiamento não foi especificado.

(Foto: Divulgação / TV Globo)
(Foto: Divulgação / TV Globo)

As audições aconteceram em junho no Rio de Janeiro, mas ela diz que o elenco ainda não foi escolhido definitivamente. Por enquanto, o único nome divulgado é o do ator Ney Latorraca (de “Entredentes”), que vai repetir o papel de Conde Vlad, da novela de 1991 na qual o espetáculo se baseia. Simone Gutierrez (de “Hairspray”) também estava escalada, mas se desligou do projeto para fazer “Antes Tarde do Que Nunca” em São Paulo.

“Vamp” levará para o teatro musical toda a equipe criativa que participou da novela da TV Globo. Estão envolvidos no projeto tanto o autor Antonio Calmon quanto o diretor Jorge Fernando. Calmon assinará a dramaturgia com Rodrigo Nogueira (de “BarbarIdade”), dramaturgo mais habituado à linguagem de musicais. Ele assinou os textos do criticado “Rock in Rio – O Musical” e do aclamado “Chacrinha – O Musical”.

O espetáculo pretende levar para o palco os personagens emblemáticos da novela, como os vampiros Conde Vlad e Natasha. A história mistura vampiros, humor, suspense e rock para falar de conflitos familiares e dramas juvenis. Na trama, ambientada na fictícia Armação dos Anjos, no litoral do Rio, o capitão reformado da Marinha Jonas Rocha, viúvo e pai de seis filhos, casa-se com a historiadora Carmem Maura, também viúva e mãe de seis filhos. Apaixonado, o casal vive em harmonia com sua grande família até a chegada da cantora de rock Natasha, vampira que se tornou famosa internacionalmente após um pacto com o líder dos vampiros, o conde Vladimir Polanski, Vlad, a quem ela agora deseja destruir para se livrar de sua maldição. A única arma que poderá ajudá-la a realizar seus planos é a Cruz de São Sebastião, que está escondida em algum lugar de Armação dos Anjos. Diz a profecia que a cruz deve ser manejada por um homem chamado Rocha. O herói é o capitão Jonas, que, em encarnações passadas, disputou com o conde Vlad o amor da cantora, que então se chamava Eugênia. Ameaçado, Vlad passa a perseguir a roqueira e a família de Jonas, transformando Armação em uma cidade repleta de vampiros.