A peça “Fazendo História” fará temporada de um mês no Teatro Glaucio Gill, em Copacabana, a partir do dia 21 de fevereiro, com sessões de quinta a segundo. No espetáculo, Xando Graça (de “12 Homens e Uma Sentença”) e Mouhamed Harfouch (de “E Aí, Comeu?”) interpretam professores de metodologias opostas lecionando para alunos em preparação para os exames de admissão das universidades britânicas. O texto premiado de Alan Bennett discute valores morais e reflete sobre o sistema de ensino.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

“Fazendo História” é um sucesso internacional. A montagem original ganhou o Laurence Olivier Award de Melhor Peça, e a montagem de Nova York faturou seis Tony Awards. No Brasil, Xando Graça foi indicado ao Prêmio Cesgranrio de Melhor Ator. Na peça, ele é o professor Hector, que usa de métodos de ensino heterodoxos e incompreensíveis aos olhos do corpo docente para ensinar algo aos estudantes. “O espetáculo discute qual educação que vale a pena, na escola e na vida. A educação pela arte ou a educação pelo mercado?”, questiona a diretora estreante Gláucia Rodrigues (de “Vicente Celestino – A Voz Orgulho do Brasil”, como atriz).

Leia a opinião do editor sobre o espetáculo

O grupo de alunos é interpretado por André Arteche (da novela “Lado a Lado”), Renato Góes (de “Cachorro Quente”), Hugo Kerth (de “The Book of Mormon”), Helder Agostini (de “O Olho Azul da Falecida”), Rafael Canedo (de “O Estranho Caso do Cachorro Morto”), Yuri Ribeiro (de “Hamlet em 10 Minutos”), Ricardo Knnup (de “Avenida Q”) e Guilherme Ferraz, com Marcos Guian e Johnny Ferro (de “O Reino da Gataria”) como stand-in. Já os professores são vividos por Xando, Mouhamed, Nedira Campos (de “Carmem, o It Brasileiro”) e Edmundo Lippi (de “O Auto da Compadecida”).

_____
SERVIÇO: qui a seg, 20h. R$ 30. 120 min. Classificação: 12 anos. De 21 de fevereiro até 30 de março. Teatro Glaucio Gill – Praça Cardeal Arcoverde, s/n – Copacabana. Tel: 3916-2600.